Composição corporal e prevenção da osteoporose – Revisão integrativa

Cybelle Façanha Barreto Medeiros Linard, Alfania Maria Carvalho, Antonia Maria de Carvalho, Carlos Nobre Rabelo Júnior, Jamine Borges de Morais, Lidia Maria Andrade Lourinho
2020 Brazilian Journal of Development  
RESUMO Essa revisão integrativa tem como objetivo sintetizar o conhecimento atual referente à influência da composição corporal na saúde óssea de crianças e adolescentes, períodos importantes na aquisição da massa óssea. A busca na literatura ocorreu nas bases de dados Sciencedirect e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), sem recorte temporal, incluindo artigos publicados até outubro de 2019. Os termos "bone density" AND "body composition" AND child AND adolescent foram utilizados como
more » ... os como descritores. Os critérios de inclusão usados na seleção dos estudos consistiram na presença de artigos disponíveis eletronicamente na íntegra, nos idiomas português, inglês e espanhol. Foram considerados critérios de exclusão, artigos não relacionados ao tema do estudo ou incompletos, revisões de literatura e relatos de casos. Os estudos que integram essa revisão foram realizados em vários continentes, envolveram várias etnias e demonstraram um maior risco de fraturas em crianças e adolescentes com alterações na massa corporal, seja por obesidade ou emagrecimento, ocorrendo mesmo com modestas reduções na densidade óssea. A massa magra foi um preditor da densidade mineral óssea em ambos os sexos e independentemente de etnia, enquanto a massa gorda teve resultados conflitantes. Recentemente, verificou-se que a massa gorda influencia positivamente a massa óssea até atingir um limiar, quando a partir de então ocorre um impacto negativo nos ossos. Esse trabalho demonstra a importância da composição corporal na massa óssea, o que prediz a necessidade de manter um índice de massa corporal dentro da faixa normal em crianças e adolescentes para prevenir a osteoporose. ABSTRACT This integrative review aims to synthesize the current knowledge regarding the influence of body composition on the bone health of children and adolescents, important periods in the acquisition of bone mass. The literature search took place in the Sciencedirect and Virtual Health Library (VHL) databases, with no time frame, including articles published until october 2019. The terms "bone density" AND "body composition" AND child AND adolescent were used as descriptors. The inclusion criteria used in the selection of studies consisted of the presence of articles available electronically in full, in Portuguese, English and Spanish. Exclusion criteria were considered, articles not related to the theme of the study or incomplete, literature reviews and case reports. The studies that are part of this review were carried out on several continents, involving several ethnicities and demonstrated a higher risk of fractures in children and adolescents with changes in body mass, whether due to obesity or weight loss, occurring even with modest reductions in bode density. Lean mass was a predictor of bone mineral density in both sexes and regardless of ethnicity, while fat mass had conflicting results. Recently, it was found that fat mass positively influences bone mass until reaching a threshold, when from then on there is a negative impact on bones. This work demonstrates the importance of body composition in bone mass, which predicts the need to maintain a body mass index within the normal range in children and adolescents to prevent osteoporosis.
doi:10.34117/bjdv6n7-273 fatcat:wuw5qubkxzhkhmqbxuhxlevbne