Grãos de pólen e esporos do Vale do Rio Caí, nordeste do Rio Grande do Sul, Brasil: descrições morfológicas e implicações paleoecológicas

Soraia Bauermann, Andreia Evaldt, Sabrina Fuchs
2009 Gaea - Journal of Geoscience  
RESUMO A análise de formas atuais de grãos de pólen e esporos e sua posterior organização em uma coleção de referência foram realizadas com as espécies mais comuns de plantas do Vale do Rio Caí, sul do Brasil. Este procedimento objetiva o conhecimento dos aspectos morfológicos desses materiais, para facilitar as comparações com grãos dispersos em sedimentos do fi nal do Cenozoico e propiciar reconstituições paleoecológicas e paleoclimáticas. Os grãos de pólen foram selecionados entre os que
more » ... os entre os que melhor representam as distintas formações vegetacionais presentes, Floresta Ombrófi la Mista, Floresta Estacional Decidual, Floresta Estacional Semidecidual e Estepe (Campos) e receberam tratamento prévio com o método de acetólise. São apresentadas as medidas, a descrição e a ilustração das 93 formas identifi cadas, das quais 63 são inéditas para o Estado do Rio Grande do Sul, atestando a carência de dados e estudos polínicos regionais. Palavras-chave: pólen, esporos, Quaternário, Vale do Rio Caí, sul do Brasil. ABSTRACT PALINOMORPHS FROM CAÍ RIVER VALLEY, NORTHEAST OF RIO GRANDE DO SUL, BRAZIL: MORPHOLOGICAL DESCRIPTIONS AND PALEOECOLOGICAL IMPLICATIONS. Modern pollen grains and spores of the main species occurring in the Caí River Valley, Southern Brazil, are analyzed in their morphological aspects looking for distinct morphologies. Moreover, this species were compared with those dispersed in Late Cenozoic beds, providing support to paleoecological and paleoclimatic inferences. The four main vegetations growing today around the valley and included in the broad Mata Atlantica biome were sampled and are represented in the palinomorph assemblage: the Mixed Rainforest with Araucaria, the Seasonal Deciduous and Semideciduous forests and the Steppe (Campos). The pollen grains were processed by the method of acetolysis and each type described, measured and illustrated. Among the 93 palynomorphs analyzed, 63 are unpublished data for Rio Grande do Sul State, attesting the lack of data about its palinological assemblages.
doi:10.4013/gaea.2009.52.05 fatcat:ot6vuqiszvawjj7ih6gyxvwjiq