O duplo especular nas psicoses não desencadeadas: um paradigma contemporâneo?

Andréa Martello, Juliana Ribeiro Martins
2017 Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica  
RESUMO: Para abordar a função do duplo especular nas psicoses, principalmente acerca de seu papel em relação ao desencadeamento e à estabilização, buscou-se investigar a regressão tópica ao estágio do espelho proposta por Lacan. Indaga-se se a saída encontrada para algumas psicoses pode indicar um movimento próprio da subjetividade contemporânea. Destaca-se um empuxo ao imaginário, cujas razões o artigo pretende esclarecer.
doi:10.1590/1809-44142017003001 fatcat:sg4uxqdo7zf63om2zbw6z3rj4u