A REPRESENTAÇÃO DO OUTRO NA PROSA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA: AS LOUCAS EM (SORÔCO, SUA MÃE, SUA FILHA) DE GUIMARÃES ROSA

Cleydilene Da Silva Costa, Margarida Conceição, Cunha Santana
unpublished
O intelectual [...] "depois de saber o que sabe, deve saber o que o seu saber recalca. A escrita é muitas vezes a ocasião para se articular uma lacuna no saber com o próprio saber, é a atenção dada à palavra do outro" (SANTIAGO, 1984, p. 53) Silviano Santiago Resumo: O presente artigo consiste em evidenciar a representação de grupos marginalizados na prosa brasileira contemporânea fazendo referência aos estereótipos e os preconceitos que permeiam o espaço social. Contempla-se por meio da
more » ... por meio da análise do conto de Guimarães Rosa (Sorôco, sua mãe, sua filha) a forma de representação que instiga e chama a atenção do leitor no decorrer dos fatos. Bem como, os discursos que vão circulando socialmente em diferentes perspectivas, o discurso literário como fonte e espaço de representações, contradições e tensões, nesses aspectos o "louco" passa a ser considerado sujeito da diferença, sem voz. Palavras Chave: Outro. Louco. Voz. Representação. Marginalização. A representação literária contemporânea apresenta características complexas, tema que tem sido discutido nas várias perspectivas da crítica literária brasileira, a ênfase no estudo está vinculada as dinâmicas sociais na forma literária. Os autores dessa época tendem descrever o seu próprio universo em suas obras, o que muitas vezes correspondem também com a realidade de seu leitor.
fatcat:zn4xcqvqzfgz3prdolwhbkmela