RESSONÂNCIAS ENTRE PSICANÁLISE E ARTE: INTERVALOS, DESMONTAGENS E REARTICULAÇÕES RESONANCES BETWEEN ART AND PSYCHOANALYSIS: NTERVALS, DISASSEMBLY AND RE-ARTICULATIONS

Ana Kaminski
unpublished
RESUMO Este trabalho procura aproximar e entrelaçar alguns conceitos das áreas da psicanálise e da arte, buscando ressonâncias ou ecos entre os mesmos, com especial atenção aos conceitos de-intervalo‖ ou-espaço intervalar‖, utilizados por teóricos como Dorfles, Pareyson, Blanchot, Bhabha, Lacan e Harari. Uma variedade de vozes de diversas áreas do conhecimento, utilizando diferentes conceitos de-intervalo‖, parece ressoar e apontar para o espaço da-falta‖, lugar de emergência do sujeito do
more » ... do sujeito do desejo. Podemos encontrar eco destas noções a respeito do-intervalo‖ em alguns textos de Clarice Lispector, que evocam o lugar do vazio, o encontro do inominável que permite ao sujeito a invenção de si, assim como ocorre nas rearticulações de sentido propiciadas pela clínica psicanalítica e pelo fazer artístico. Palavras-chave: Psicanálise. Arte. Intervalo. Falta. Rearticulações. Invenção. ABSTRACT This paper aims to bring together and intertwine some concepts from the fields of psychoanalysis and art, seeking resonances or echoes among them, with special attention to the concept of "range" or "space interval" used by theorists such as Dorfles, Pareyson, Blanchot, Bhabha, Lacan and Harari. A variety of voices from different areas of knowledge, different concepts of "gap" seems to resonate with and point to the space of-lack‖, place of emergence of the subject of desire. We can find echoes of these notions about the "gap " in some texts by Clarice Lispector that evoke the place of emptiness, the meeting of the nameless that allows the individuals to invent themselves, as this occurs in the rearticulations of meaning made possible by clinical psychoanalytic and the artistic practice.
fatcat:icdttx4kgzhankciob3xkp4nku