AUTOFORMAÇÃO E EXPERIÊNCIA SENSÍVEL EM "FILOSOFIA COM CRIANÇAS"

Dagmar De Mello e Silva, Silmara Lídia Marton
1969 Revista Sul-americana de Filosofia e Educação  
No presente artigo, propomos a experiência filosófica, como experiência de pensamento, que, como acontecimento, germine questões que agucem a curiosidade de estudantes para novas aprendizagens. Nessa direção, utilizamos a arte como dispositivo desencadeador de estados múltiplos de sensibilidade, a fim de participar da autoformação das crianças para que estas experimentem a complexidade da condição humana.
doi:10.26512/resafe.v0i18.4529 fatcat:z2vuuiws65fqhat3y4nizuj6au