Aspectos anatômicos de espécies simpátridas de Mandevilla (Apocynaceae) ocorrentes em inselbergues de Pernambuco - Brasil

Shirley Martins, Marccus Alves
2008 Rodriguésia  
RESUMO Foram estudadas três espécies simpátridas de Mandevilla buscando enriquecer o conhecimento da biota dos inselbergues e identificar estruturas anatômicas possivelmente relacionadas com o ambiente heliófilo. Em seção transversal caulinar e vista paradérmica são comuns aos táxons estudados os seguintes aspectos: epiderme unisseriada; estômatos paracíticos; tricomas tectores simples; hipoderme unisseriada com compostos fenólicos e sistema vascular bicolateral. A medula é ampla em M. dardanoi
more » ... mpla em M. dardanoi e reduzida nas demais. Em seção transversal e vista paradérmica foliar as espécies apresentam epiderme unisseriada; cutícula estriada; estômatos paracíticos, unidade vascular central bicolateral e mesofilo dorsiventral.Mandevilla scabra é anfihipoestomática e as demais hipoestomáticas. O colênquima angular ocorre na região da nervura central em ambas as faces em M. dardanoi e M. scabra. O mesofilo é dorsiventral. Alguns aspectos anatômicos, principalmente foliares, encontrados nas espécies de Mandevilla aqui estudadas são freqüentemente indicados como estratégias que podem atuar na resistência a condições de alta temperatura e luminosidade e também estresse hídrico. Entre essas estruturas destacam-se a cutícula estriada, a hipoderme com compostos fenólicos, mesofilo compacto, além de cristais prismáticos e drusas. Os dados anatômicos fornecerem subsídios para futuras abordagens taxonômicas e ecológicas em Mandevilla.
doi:10.1590/2175-7860200859209 fatcat:lrl2vlkmdjed5kqi6mfqjy7tmi