A vocalidade poética do narrador e a criança: uma relação de encantamento [thesis]

Daniele Aparecida Marques
2013 Autorizo a reprodução e divulgação total ou parcial deste trabalho, por qualquer meio convencional ou eletrônico, para fins de estudo e pesquisa, desde que citada a fonte. Dados fornecidos pelo(a) autor(a) Marques, Daniele Aparecida A vocalidade poética do narrador e a criança: uma relação de encantamento. / Daniele Aparecida Marques. --São Aos meus pais, cujo amor e apoio incondicionais tornam tudo possível. AGRADECIMENTOS Ao meu orientador, Zebba Dal Farra, pela confiança, pelos
more » ... nça, pelos ensinamentos e pela enorme generosidade em me conduzir pelos caminhos da pesquisa. Aos meus professores e colegas, pelas experiências compartilhadas e aprendizados construídos. Aos professores Regina Machado e Felisberto Sabino da Costa, componentes da minha banca de qualificação, que muito me acrescentaram com suas análises e sugestões. Aos meus queridos Diana Felicori, Ezequiel Dionísio, Marcela Roquim e Michel Mauch, pela grande ajuda em momentos decisivos: ingresso, qualificação e escrita da Dissertação. À Letícia Chiochetta, por ter me apresentado um mundo de infinitas possibilidades em minha própria voz e ao Arô Ribeiro, pela boa companhia por Terras Encantadas. Aos meus pais, João e Antonia, e ao meu irmão João Paulo, pela certeza de nunca estar sozinha. Ao Douglas Quintino, pelo companheirismo e compreensão. Aos meus amigos e família pelo constante incentivo. A Deus, por minha vida, capacidade e determinação. Ao Teatro, por encher minha vida de cor e sentido e a cada dificuldade que já enfrentei, por ter me tornado mais forte. Todos escutam o conto. Todo mundo: homens, mulheres, crianças. Todos estão encantados. E felizes: antes, havia um mistério: por que a lua some? Agora, aquele mistério não existe mais. Existe uma história que fala de coisas que eles conhecem: tigre, lua, comermas fala como essas coisas poderiam ser, não como elas são. Existe um conto. As pessoas vão lembrar esse conto por toda a vida. E quando as crianças da tribo crescerem e tiverem seus próprios filhos, vão contar a história para explicar a eles por que a lua some de vez em quando. Aquele conto. Moacyr Scliar RESUMO MARQUES, D. A. A vocalidade poética do narrador e a criança: uma relação de encantamento. 2013. 78 f. Dissertação (Mestrado) -Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. O presente trabalho realiza uma abordagem sobre o Narrador em diferentes contextos e sua relação, na atualidade, com a criança, tendo em vista o encantamento que caracteriza e surge de tal vínculo. Neste sentido, partimos de reflexões de W. Benjamim e P. Zumthor, dentre outros autores sobre os assuntos abordados, enriquecidas pela visão nascida da experiência prática com a narração para as crianças e o encantamento com ela relacionado, utilizando, como exemplo para análise, experiências da autora em teatro narrativo para crianças. Abrangemos aspectos diversos da arte do narrador e elementos que compõem sua atuação e destacamos a imprescindibilidade da relação próxima, direta e afetiva para a instauração do encantamento , que torna possível a troca de experiências, e o papel da vocalidade poética como protagonista nesse processo. Palavras-chave: Narrador; Criança; Vocalidade poética; Encantamento. ABSTRACT MARQUES, D. A.The poetic vocality of the narrator and the child: a relationship of enchantment.2013. 78 f. Dissertação (Mestrado) -Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. This work performs an approach on the Narrator in different contexts and their relationship, nowadays, with the child, considering the enchantment that characterizes and arises from this bond. Accordingly, W. Benjamin and P. Zumthor's reflections, as well as other authors, on the issues addressed were taken into account, enriched by the vision gained from the practical experience with storytelling for children and enchantment associated with it, based on the author's experiences with narrative theatre for children. Several aspects of the art of the narrator and elements that make up its performance were comprehended, and the indispensability of the close, direct and affective relationship for the development of enchantment was stood out, which makes possible the exchange of experiences and the role of poetic vocality as the protagonist in this process.
doi:10.11606/d.27.2013.tde-27022014-161720 fatcat:m663qcnbengrhnkzdw7rkc25n4