Direito e Educação Especial: Análise bibliométrica da produção científica de interface
Portuguese

Aline Droppé Bravo, Suzelei Faria Bello, Maria Cristina P. I. Hayashi
2014 Revista Eletrônica de Educação  
Resumo No contexto de construção e garantia de direitos das pessoas com deficiência, o presente estudo enfoca duas áreas do conhecimento: o Direito e a Educação Especial, utilizando-se recursos metodológicos da análise bibliométrica para a obtenção de indicadores da produção científica dessa interface. A pesquisa teve como objetivo identificar e caracterizar a produção científica de Teses de Doutorado e Dissertações de Mestrado que têm como objeto de estudo o Direito e as pessoas com
more » ... soas com deficiência. Os procedimentos metodológicos foram executados nas seguintes etapas: revisão de literatura; identificação das teses e dissertações; construção e análise dos indicadores bibliométricos dessa produção científica. Entre os principais resultados, destacam-se: a) no período entre 1991 e 2009, foram produzidos 119 trabalhos, dos quais 111 são Dissertações de Mestrado e apenas oito são Teses de Doutorado; b) o período entre 2003 e 2009 concentra 84,8% do total dos trabalhos; c) 48,7% dos trabalhos foram desenvolvidos em programas de Pós-Graduação ligados à área do Direito; d) poucos trabalhos (24,4% do total) foram financiados por agências de fomento à pesquisa e, entre estas, a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) foram aquelas que mais concederam recursos; e) apenas uma autora desenvolveu trabalho nos níveis de Mestrado e Doutorado; f) apenas um Orientador orientou quatro trabalhos; g) em relação ao gênero dos autores, a maioria é composta por mulheres, enquanto os orientadores são, em sua maioria, homens. Esses resultados mostram a relevância da produção científica sobre direitos e pessoas com deficiência. Palavras-chave: Direito, Educação Especial, Análise bibliométrica, Bibliometria. Abstract In the context of construction and guarantee of the rights of persons with disabilities, the present study focuses on two areas of knowledge: Law and Special Education, using meth-1 Doutora em Educação Especial. Desenvolve pesquisas na área de direitos das pessoas com (1986) e doutorado (1995) em Educação pela UFSCar. Atualmente coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar. O foco de suas pesquisas recai sobre a dimensão quantitativa e qualitativa do conhecimento científico, com base nas metodologias das análises bibliométrica e cientométrica. | Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br odological resources of bibliometric analysis to obtain indicators of scientific production in this interface. The search aimed to identify and characterize the scientific production of theses and dissertations that present Law and persons with disabilities as objects of study. The methodological procedures were performed in the following steps: literature review, identification of theses and dissertations, and construction and analysis of the bibliometric indicators of this scientific production. The main results obtained are as follows: a) 119 works were produced between 1991 and 2009, of which 111 are dissertations and only eight are theses; b) 84.8% of the works were produced between 2003 and 2009; c) 48.7% of the works were developed in graduate programs related to the area of Law; d) few studies (24.4% of the total) were financed by scientific research funding agencies, and among those, Capes (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel) and CNPq (National Council for Scientific and Technological Development) were the institutions that granted the largest amounts of resources; e) only one author has developed works both at master's and doctoral levels; f) only one advisor has oriented four works; g) regarding gender, most of the authors are women, while most of the advisors are men. These results show the relevance of scientific production on the rights of persons with disabilities.
doi:10.14244/19827199519 fatcat:4a4eglz54jbfnapw5erwhzwfhe