A CRÍTICA ENGESSADA PELO POSITIVISMO

Jovino Pizzi
2006 Revista Prâksis  
A recusa da crítica foi uma das conseqüências da filosofia positivista no Brasil. Além de certo adiamento ou descaso em relação à filosofia de Husserl, a influência na orientação positivista da educação, do direito e na política confirmou essa suspeita. Na verdade, a influência do positivismo converteu-se em instrumento para aqueles que procuravam justificar um status quo coerente com os ideais da "religião universal". Palavras-chave: Filosofia crítica; positivismo; influência no Brasil.
doi:10.25112/rp.v1i0.572 doaj:f16ebb7f345e4b3b99709852371b2b0e fatcat:fqvz7z5ti5ctfjomtqfgbhsfre