Transexualidades-psicanálise e mitologia grega Transexualities-psychoanalysis and Greek mythology

Anchyses Lopes
unpublished
Resumo A transexualidade como desafio à psicanálise por reduzi-la em terapia de ego e por aparente-mente estar além do modelo edípico. Conceituação e diferenças entre: identidade de gênero, expressão de gênero, escolha objetal e investimento genital. Descrição e análise de mitos e divindades gregas: Tirésias, Cenis ou Ceneu, Ífis Hermafrodito e Afrodito. A construção da identidade de gênero, expressão de gênero, escolha objetal e investimento genital de acordo com vários autores, principalmente
more » ... res, principalmente Robert Stoller e Jacques André. Palavras-chave: Transexualidade, Identidade de gênero, Mitologia grega, Stoller, André. Nosso insight dessa fase precoce, pré-edipiana, nas meninas, nos chega como uma surpresa, tal como a descoberta, em outro campo, da civilização minoica-micênica por detrás da civilização da Grécia. Sigmund Freud. Sexualidade feminina (1931) Introdução: transexualidade e o desafio à psicanálise Ao início de 2015 alguns candidatos, hoje em sua maioria membros efetivos do CBP-RJ, criaram o Grupo de Trabalho de Neo e Transexualidades (GTNTrans) do CBP-RJ. Como consequência, ao final de 2015, ocor-reu a VII Jornada de Psicanálise do CBP-RJ-NeoSexualidades: novas escutas. Há aproxi-madamente um ano a maior parte dos mem-bros do grupo passou a frequentar uma ins-tituição de abrigo, em sua maioria, a pessoas transexuais, em situação de vulnerabilidade social. Coordenando esse grupo de trabalho e tendo acompanhado por algum tempo as visitas, houve como resultado que a leitura de muitos dos textos de psicanalistas sobre transexualidade encontrou-se diante do fogo cerrado da realidade. Os portadores de uma identidade de gê-nero contrária à de seu sexo biológico original apresentam vários tipos de problemas. Principalmente se das classes menos favore-cidas e oriundos de bairros ou cidades mais afastadas: discriminação social, rejeição pela família, condenação de religiosos e outros mais. Bem diferente dos transexuais glamo-rosos incensados pela mídia. Mas no que toca a psicanálise há de fato vários questio-namentos à teoria e prática tal como propôs Freud e como até hoje escrevem alguns de seus seguidores. A identidade de gênero pode ser completa ou parcialmente oposta ao sexo biológico de nascimento. Há vários matizes, mas que, em sua quase totalidade, são ego sintônicos. Ao contrário do que vários psicanalistas defen-deram em livros ou artigos, não há sinais de
fatcat:zdtflpryurfnna5uqbwq7af5vu