"Auto-percepção da voz e interferências de problemas vocais: um estudo com professores da rede municipal de Ribeirão Preto/SP" [thesis]

Adriana Pereira Defina Iqueda
toda honra, toda adoração, e todo o louvor, seja dada somente a Ti meu Pai. Declaro que Tu és Santo, o Senhor da minha vida, para todo o sempre! Amém Aos meus pais, Porque a realização deste meu sonho, foi muito antes, o sonho sonhado por vocês. Muito obrigada! AGRADECIMENTOS Esta etapa da minha vida foi possível graças a Deus e a vocês. "O Senhor te abençoe e te guarde! o Senhor faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti! o Senhor sobre ti levante o rosto e te dê a paz."
more » ... e te dê a paz." (Bíblia Sagrada -Número 6,24-27) Ao meu orientador, Prof. Dr. Jair Lício Ferreira Santos, pela paciência, palavra esta que eu deveria ter escrito em letras maiúsculas, mas ainda assim não seria representativo. À Solange Pedersoli, da biblioteca do Departamento de Medicina Social, porquê se não fosse você, eu não teria conseguido. Não tenho como agradecer por toda a sua dedicação, apenas posso desejar que DEUS TE ABENÇOE! À Luíse Elena Zanin pela ajuda sem tamanho no momento em que eu mais precisei. À Profa. Dra. Alcione Guedini Brasolotto pela disponibilidade em ajudar apesar da distância. Você foi muito mais presente que muitos próximos! À Profa. Dra. Mara Behlau por me fornecer a tradução do Protocolo VAPP. Você sempre será modelo de vitória e competência para mim e para toda a Fonoaudiologia. Nossa eterna professora! À Secretaria Municipal de Educação, em nome do Prof. Dr. Abid Salim Cury que permitiu a realização desta pesquisa. À Sra. Odete Hitora, da Secretaria Municipal de Educação que mui atenciosamente atendeu às minhas necessidades, sempre que precisava de algo da instituição. À Secretaria Municipal de Saúde, em nome do Dr. Oswaldo Cruz Franco que permitiu a análise dos Comunicados de Acidentes de Trabalhado (CATs) mencionadas nesta pesquisa. À Dra. Rosângela Aparecida Murari Mondadori, do CEREST de Ribeirão Preto, que prontamente atendeu à minha solicitação e me auxiliou na leitura das CATs. Aos professores que participaram indiretamente, compartilhando comigo suas dificuldades relacionadas à voz e ao trabalho e aos que participaram respondendo ao instrumento; todos vocês foram fonte de minha inspiração para a realização desta pesquisa. Muito obrigada! À D. Rute, minha avó adotiva, que também foi professora, desculpe-me por eu ter sumido. À Jurema Blum e Adriana que apesar de tanto pés e mãos para cuidar, ainda conseguiram tempo prá mim. Ao pessoal responsável pela correção do português, minha prima Valéria, minha cunhada Daniela e meu irmão Cléber, que pacieeeennnncia heim gente! Renata e Thaís. Em especial à Danielle por ter-me ausentado e "te deixado na mão" no exames da videofloroscopia. Ao casal 20, Lílian e Hilton Ricz, pelo aprendizado constante que me oferecem, pelo suporte e companheirismo durante as minhas ausências (e também quando estou presente, é claro) e por podermos partilhar da nossa fé até mesmo no local de trabalho, o que torna o fardo mais leve. À Fernanda, Cristiane, Débora, Priscila e Vanessa, pela minha ausência nesse período em que deveria estar auxiliando-as em seu crescimento profissional. À Chris, psicóloga do ambulatório da CCP e minha também, valeu! À todos os colegas de turma do curso de mestrado em Saúde na Comunidade (2004). Foi muito legal conviver vocês por um ano inteiro. Guardarei boas recordações de vocês. Seremos sempre amigos. Às secretarias do Departamento de Medicina Social, Carolina, Mônica e Regina, pela constante disponibilidade em ajudar. Sou muito grata pela atenção e apoio que me deram, quando eu achei que não conseguiria. Ao pessoal do CPD, Rosane, Sidney, Gilmar, Nádia, Olinda, Maria Helena, Goulart, Goreti, Dulce, pela ajuda nas questões da informática que muito me ajudaram na montagem deste trabalho. AGRADECIMENTOS ESPECIAIS À minha família, "E a paz de DEUS, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em JESUS CRISTO, nosso Senhor e Salvador." (Bíblia Sagrada -Filipense,4:7) À Deus, "porque Dele e por Ele são todas as coisas". Aos meus pais, Atílio e Suely, por nunca se cansarem de querer o melhor para mim e meus irmãos. Ao "sr. meu marido", Rogério, pela ajuda na montagem das enormes planilhas do Excel, pelo amor, carinho, paciência e noites dormidas sem jantar, obrigada pela compreensão. À minha vózinha, minha dama-de-honra, Zita, obrigada por ter-nos mostrado o caminho da luz. Aos meus irmãos, Gustavo e Cleber, eu me orgulho muito de vocês. EU AMO MUITO TODOS VOCÊS! "Ouve-se a voz do Senhor, Ouve-se a voz sobre as águas, Troveja ó Deus da glória. A voz do ABSTRACT Defina-Iqueda, A. P. Self-perception of voice and interferences of voice desorders: an study about Ribeirão Preto/SP's municipal teachers. 2006.165 f. Dissertação The largest dysphonia incidence in professionals that use the voice spoken as work instrument is among the teachers. The disturb of the voice related to the work is characterized directly as any vocal alteration related to the use of the voice during the professional activity that decreases, commit or impede the performance and/or the worker's communication. Environmental and organization factors can act as main or helping actors to the development of the disease, that frequently causes inability temporary or permanent. It cannot or there not to be lesion in the secondary vocal folds to the vocal use. Many scientific evidences show the contribution of the general health for the quality of the people's life or of populations. In the same way, it is known that many components of the social life contribute to a life with quality. In the teachers' case, those components involve many subjects besides the excessive use of the voice, as problems of professional adaptation, unsatisfactory conditions of work, inadequate physical space due to hygiene of the atmosphere and to the number of students or the bad acoustic condition of the class, violence, little time of prepare for the classes and the stress generated by the bad remuneration and for the bad general conditions. A lot it can be avoided, if there is primary attention to the teacher's vocal health, that should be begun during its professional formation, because many teachers present disfonia episodes before the end of its. With that change, the damages with the absence of the teachers to the rooms of classes, that surpassed two hundred million reals in 2004,. It is necessary to hear the educator for the elaboration of laws that could guarantee to the teacher the right of having the voice disturbance related to the work recognized as a occupational disease. The objective of the present was to observed the influence of the dysphonia in the professional, personal and emotional aspects of the Ribeirão Preto's teachers. They participated in the 118 teachers (10% of the total number of teachers),who worked in class rooms, both sexes, of the infantile, fundamental and medium level and 96 subject no-teachers (control group). Everybody was requested to answer the protocol Vapp -Voice Activity and Participation Profile and the questionnaire of characterization of the sample. The results showed prevalence of 94% dysphonia complaint between the teachers of the municipal public schools of Ribeirão Preto/SP's city and low solemnityperception scores with relationship to the severity of the vocal problem, as well as for the influence of the effects of the vocal alteration in the work, in the daily communication, in the social communication and in the emotions. The values of ALS revealed that in the moment of the interview, the teachers were considered not very limited in its activities due to the vocal problem. The values of PRS revealed that in the last six months the teachers were not very restricted in participating in professional activities and of daily life due to the vocal problem. It can be concluded that the teachers of the municipal public net of the city of Ribeirão Preto presented low influence of vocal problems in the aspects professional, personal and emotional in the moment of the interview as well as in the last six months.
doi:10.11606/d.17.2006.tde-19092006-114810 fatcat:bx5elns5nndmbk7sgwngx6jkke