Efeito do Bisel no Esmalte Sobre a Microinfiltração em Preparos Classe I em Molares Decíduos

Ana Carolina PIMENTEL
2011 Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada  
Objetivo: Avaliar in vitro a influência da terminação marginal do preparo cavitário Classe I sobre a qualidade adesiva em restaurações compósitas realizadas em primeiros e segundos molares decíduos. Método: Dois preparos cavitários foram realizados na oclusal de vinte molares decíduos hígidos, sendo 20 preparos em primeiros molares e 20 em segundos molares, totalizando quarenta preparos cavitários. Após escolha aleatória, 20 preparos não receberam o bisel reto (grupo controle, GI, n=20)
more » ... , GI, n=20) enquanto os demais preparos, grupo experimental, (GII, n=20) receberam um bisel reto com 0,5 mm de extensão no ângulo cavo -superficial feito com ponta diamantada ultra-fina 2200 FF. Para o procedimento restaurador, utilizou-se condicionamento ácido total com ácido fosfórico a 37% por 30s, sistema adesivo Prime & Bond NT® e compósito TPH® Spectrum cor A2. Para avaliação da qualidade adesiva, os dentes foram isolados com verniz, exceto às restaurações e 1,0 mm além das suas margens, e permaneceram em contato direto com uma solução aquosa de nitrato de prata a 50%, por 24 h. Em seguida, estes dentes foram clivados mesiodistalmente, e as restaurações avaliadas com 40 vezes de aumento. Dois avaliadores calibrados classificaram independentemente as restaurações de acordo com escores que variaram de zero (ausência de microinfiltração) a três (máxima microinfiltração). Os dados foram analisados descritivamente e tratados com os testes de Wilcoxon, Qui-quadrado e exato de Fisher a um nível de confiança de 95%. Resultados: O GII mostrou maiores escores de microinfiltração que o GI (p<0.001; p=0.0001). Os primeiros molares decíduos sofreram mais microinfiltração na presença de bisel (p=0.0003). Conclusão: O bisel no ângulo cavo-superficial em preparos Classe I aumentou a infiltração marginal nas restaurações compósitas em molares decíduos, principalmente nos primeiros molares.
doi:10.4034/pboci.2011.112.08 fatcat:ypu2ky4rznamjae34srmy5aw4m