Protagonismo Feminino na Matemática: criação e evolução do Instituto de Matemática da Universidade Federal da Bahia

Márcia Barbosa de Menezes
2019 Bolema  
Resumo Este artigo tem sua origem numa pesquisa de Doutorado que teve como objetivo analisar a história de luta das professoras articuladoras e fundadoras do Instituto de Matemática e Física da Universidade da Bahia (IMF- UFBA) - Arlete Cerqueira Lima e Martha Maria de Souza Dantas e das professoras que as sucederam, tirando-as da invisibilidade histórica. A consecução deste projeto exigiu a busca e a análise de fontes documentais como os arquivos do Instituto de Matemática (IM), do Instituto
more » ... Física (IF) e da Faculdade de Educação (FACED), entre outros, assim como entrevistas semiestruturadas com as professoras pioneiras. Analisar a fundação do referido Instituto, na perspectiva de gênero, possibilitou visualizar uma história de luta envolvendo mulheres e a Matemática, área tradicionalmente associada ao masculino. Esse olhar revelou uma história permeada de relações de gênero, relações de poder, relações sociais envolvendo gênero, classe, cor, na qual as/os participantes foram construindo o espaço em questão sem se darem conta de que estavam envolvidas/os numa trama social que, ainda hoje, mantém a supremacia masculina no mundo acadêmico, bem como nos demais setores da sociedade. O estudo revelou que essas mulheres construíram e consolidaram o IMF, como sujeitos do conhecimento. Elas foram as agentes sociais que fizeram a Matemática acontecer no contexto da Universidade Federal da Bahia e proporcionaram, para as novas gerações, a existência de um Instituto de Matemática com vida própria e pronto para enfrentar os desafios do novo século.
doi:10.1590/1980-4415v33n65a05 fatcat:y2dx66hkj5ehziuy46c3imagba