ESCOLA CASA VERDE: RUPTURAS E REORGANIZAÇÃO DO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM

Lindalva Pessoni Santos, Oscar Ferreira Mendes Neto
2017 Revista Signos  
Pensar a educação na atualidade pressupõe estar disposto a refletir sobre as demandas emergentes da sociedade, no intuito de promover uma educação que seja contextualizada e estabeleça relações com a vida das pessoas de forma significativa. As teorias da transdisciplinaridade e da complexidade surgem como possíveis propostas de mudanças nas práticas educacionais que se fundamentam na religação dos saberes científicos aos saberes culturais e rompem com as dualidades existentes, apresentando uma
more » ... , apresentando uma visão global em relação ao aprendizado e à vida. A auto-hetero-ecoformação, exercício formativo que parte das relações do indivíduo com ele mesmo, com a sociedade e com o meio-ambiente, também se torna fundamental para discutir as novas demandas da educação, no que se refere à formação para o exercício de cidadania crítica perante a sociedade e a preservação do meio ambiente, criando uma cultura de cidadão planetário com compromisso para com as gerações futuras. Desse modo, o presente trabalho faz uma breve apresentação sobre os pressupostos teóricos acerca da transdisciplinaridade, complexidade e sobre a criatividade das escolas ao desenvolverem suas práticas pedagógicas pautadas nessas teorias. A criatividade percebida nas práticas docentes deve ser observada sob a perspectiva da necessidade de apresentar um processo educativo que seja significativo, reflexivo e contextualizado, por meio de novas atitudes que rompam com o formato tradicional de ensino centrado na figura do professor e em conteúdos estéreos. A par disso, neste estudo, apresenta-se a Escola Casa Verde que demonstra características que superam práticas instituídas e naturalizadas nas escolas formatadas pelo paradigma tradicional. Nela, percebe-se, ainda, indícios de criatividade e inovação em seu projeto pedagógico, uma concepção transformadora de educação e de sociedade ao atuar numa perspectiva de uma formação mais humana, integral, sensível, consciente imbuída de valores e princípios norteadores de conviver mais harmônico entre os homens e destes com a natureza.
doi:10.22410/issn.1983-0378.v38i2a2017.1605 fatcat:dgvmgrt5trbj5bzo5bbetssnfm