HIPERTENSÃO E OBESIDADE DOS INDIVÍDUOS INSERIDOS NO PROGRAMA HIPERDIA NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS, MS

Gabriella Nunes da Silva, Marielen Fraga Gonzales, Fernanda Modesto Silveira, Mirian Yuriko Girata, Luceli Aparecida de Albuquerque Abrão, Julie Massayo Maeda Oda
2014 Revista Eletronica Gestão & Saúde  
A obesidade é uma variável que influencia o desenvolvimento de hipertensão arterial, e, que leva a outras complicações, como as doenças cardiovasculares. O presente estudo analisou a correlação da obesidade e dos pacientes hipertensos inseridos no programa Hiperdia do município de Três Lagoas. Foi realizado um estudo epidemiológico observacional descritivo de 34 indivíduos cadastrados no programa. As variáveis analisadas foram: idade (anos), sexo (feminino ou masculino), altura (metros), peso
more » ... ra (metros), peso (kg) e pressão arterial (mmHg). Foi calculado o Índice de Massa Corpórea (IMC) através da seguinte equação: IMC = Peso/(Altura)2. Verificou-se que dos pacientes cadastrados no Programa Hiperdia na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Vila Piloto do município de Três Lagoas, MS, mostrou 25,81% de hipertensos com sobrepeso (25<IMC<29,99), e, 45,16% de hipertensos obesos. Desses indivíduos hipertensos, a maior prevalência foi de mulheres que apresentavam obesidade do tipo I (43%), obesidade tipo II (21%) e obesidade tipo III (14%). Estes dados evidenciam o aumento de hipertensos associados à obesidade. Dessa maneira, o profissional enfermeiro possui importante papel na implementação de programas educativos e de prevenção que auxiliem a comunidade a entender os riscos de não se levar uma vida saudável.
doaj:213f3b0e9ae443abbb1920f54516e2d6 fatcat:hejazjkle5ho7gvu4x4egnbfc4