FOUCAULT E A RUPTURA COM A REPRESENTAÇÃO

Camila Jourdan
2019 História Questões & Debates  
O artigo apresenta os elementos da ruptura de Foucault com o paradigma da representação, entendendo que tal ruptura também o aproxima da tradição anarquista. Para tanto, são revisadas as posições de Foucault sobre a relação entre teoria e prática; sua abordagem da linguagem enquanto discurso e sua noção de acontecimento. Desta forma, a Filosofia de Foucault é caracterizada como libertária exatamente na medida em que rompe com o papel fundante da representação e com tudo que se segue deste.
doi:10.5380/his.v67i2.68256 fatcat:btrjzfjgnfes7hzggtcdiiccim