Um olhar na sustentabilidade do porto: A velha roupa nova do Rio Maravilha

Paula Carvalho Sbaffi
2016 Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades  
RESUMO O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre a sustentabilidade do projeto Porto Maravilha, localizado na região portuária do Rio de Janeiro. Este projeto de "revitalização" da zona portuária, tem como uma das suas principais diretrizes, a prática de políticas sustentáveis aplicadas e sendo assim, torna-se importante uma compreensão de suas ações e parâmetros utilizados. A metodologia consiste em análises dos espaços urbanos construídos e das intenções projetuais pormenorizando em
more » ... tópicos e relativizando com o conceito multifacetado de sustentabilidade. Esta metodologia, descortinará as ações que vem sendo desenvolvidas ao longo do projeto, ou que ainda estão em execução e busca ainda, refletir as formas de sustentabilidade abrangendo o tema para as cidades contemporâneas. Como resultado deste estudo, chegou-se a conclusão que na recente "camada" criada, também estão os antigos problemas da cidade, que não conseguimos resolver, ou seja, apesar de uma nova roupagem, estamos de frente com velhos paradigmas. Neste contexto, as boas intenções se pulverizam e muitas outras aparecem. Como o espaço e o tempo são construções sociais, se torna possível pensar em práticas transformadoras criando uma totalidade, mas isso somente pode ser feito através de um mergulho especulativo no desconhecido (Harvey, 2015) . Este primeiro mergulho, é a abordagem que este artigo apresenta. PALAVRAS-CHAVE: Porto Maravilha. Sustentabilidade. Projeto urbano. ABSTRACT This paper aims to reflect on the sustainability of the Porto Maravilha project, located in the harbour of Rio de Janeiro. This project of "revitalization", has as one of its main guidelines, the practice of sustainable policies applied, so it is important to understand actions and parameters. The methodology consists of analyzes of the urban spaces and projective intentions detailing topics and making relative to the multi-faceted concept of sustainability. This methodology, unfold the actions that have been developed throughout the project, or that are still being carring out and also seeks to reflect the forms of sustainability covering the theme for contemporary cities. As a result of this study, reached the conclusion that the recent "layer" created, are also the ancient city's problems, we can not solve that is, despite a new look, we are facing with old paradigms. In this context, the good intentions are sprayed and many others appear. As space and time are social constructs, it becomes possible to think of transformative practices creating as a totality, but this can only be done through a speculative plunge into the unknown (Harvey, 2015) . This first dive is the approach that this article presents. KEYWORDS: Porto Maravilha. Sustainability. Urban design. RESUMEN Este trabajo tiene como objetivo reflexionar sobre la sostenibilidad del proyecto Puerto Maravilla, situado en la zona portuaria de Río de Janeiro. Este proyecto de "revitalización" de la zona portuaria, tiene como una de sus principales directrices, la práctica de políticas sostenibles aplicadas, por lo que es importante tener una comprensión de sus acciones y parámetros utilizados. La metodología consiste en el análisis de los espacios urbanos construidos e intenciones proyectivas que detallan sobre temas y haciendo en relación con el concepto de múltiples facetas de la sostenibilidad. Esta metodología, despliega las acciones que se han desarrollado a lo largo del proyecto, o que aún están en ejecución y también busca reflejar las formas de sostenibilidad que cubren el tema de las ciudades contemporáneas. Como resultado de este estudio, se llegó a la conclusión de que en la "capa" recientemente creada, también están los problemas de la antigua ciudad que no podemos resolver, esto es, a pesar de una nueva mirada, nos enfrentamos con los viejos paradigmas. En este contexto, las buenas intenciones se pulverizan y muchos otros problemas aparecen. Dado que el espacio y el tiempo son construcciones sociales, se hace posible pensar en prácticas transformadoras que crean una totalidad, pero esto sólo puede hacerse a través de una caída especulativa en lo desconocido (Harvey, 2015) . Esta primera inmersión es el enfoque que presenta este artículo. PALABRAS CLAVE: Porto Maravilha. Sostenibilidad. Diseño urbano.
doi:10.17271/2318847242820161381 fatcat:etklrh7co5a6zm7ubrvitasiyi