Tuberculose em felinos domésticos (Felis catus) no sul do Rio Grande do Sul

Daniel M. Alves, Sara P. da Motta, Rosimeri Zamboni, Clairton Marcolongo-Pereira, Josiane Bonel, Margarida Buss Raffi, Ana Lucia Schild, Eliza Simone V. Sallis
2017 Pesquisa Veterinária Brasileira  
RESUMO: Descrevem-se os aspectos clínico patológicos de quatro casos de tuberculose em felinos domésticos no Sul do Rio Grande do sul. Foi realizado um estudo retrospectivo dos casos diagnosticados como tuberculose em gatos necropsiados no Laboratório Regional de Diagnóstico da Universidade Federal de Pelotas (LRD/UFPel) no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2014. Em dois casos a amplificação da sequência genética IS6110 específica para Mycobacterium tuberculosis demonstrou que a doença
more » ... trou que a doença era de origem humana. Os outros dois foram positivos para Mycobacterium spp. Os sinais clínicos caracterizaram-se por emagrecimento progressivo, anorexia e dispneia. As alterações macroscópicas evidenciadas eram de caquexia, aumento de volume dos linfonodos submandibulares com áreas focais de aspecto caseoso ao corte. Nos pulmões havia áreas multifocais a coalescentes amareladas de aspecto caseoso, discretamente elevadas e firmes na superfície pleural. Histologicamente havia broncopneumonia e linfadenite granulomatosas. A coloração de Ziehl-Neelsen evidenciou a presença de bacilos álcool-ácidos resistentes. Houve imunomarcação positiva para micobactéria pela técnica de imuno-histoquímica. Alerta-se para a importância da tuberculose felina como um problema de saúde pública pois gatos infectados podem servir de fonte para a disseminação das micobactérias no ambiente, além de serem sentinelas para a ocorrência da enfermidade em seres humanos.
doi:10.1590/s0100-736x2017000700012 fatcat:3nw2vlyhljdnhetmnzjemo44y4