Interação rio-aquífero e a meiofauna do ambiente hiporreico

Tatiane Barbosa Veras, Jaime Joaquim da Silva Pereira Cabral, Anderson Luiz Ribeiro de Paiva, Aliny Fernanda Santos Barreto
2017 Revista Águas Subterrâneas  
As interações que ocorrem entre a água superficial (rios e lagos) e água subterrânea envolvem uma série de processos que devem ser explorados no intuito de entender suas interligações, já que a taxa de recarga e a qualidade da água subterrânea dependem fortemente das características dessa interface. A zona de intercâmbio, conhecida por zona hiporreica é formada por uma camada subsuperficial de sedimentos entre o leito do rio e o aquífero, e suas características favorecem o estabelecimento de
more » ... tabelecimento de algumas espécies, destacando-se a meiofauna. Alguns processos biológicos responsáveis pela modificação da qualidade da água de recarga envolvem esses organismos. Um estudo sobre a comunidade da meiofauna hiporreica foi realizado em três pontos do rio Beberibe, Olinda - PE. A meiofauna esteve composta por um total de 4965 indivíduos, distribuídos em oito taxa, onde 97% dos organismos foram representados pelos rotíferas, nemátodas e anelídeos. A densidade média total variou entre 1446,3 indivíduos/ 10 cm2 no verão e 12,1 indivíduos/ 10 cm2 no inverno. A estrutura da comunidade foi correlacionada às variáveis: inverno, verão e granulometria dos sedimentos e o conjunto desses fatores refletiu-se nas características da meiofauna hiporreica do trecho estudado do rio Beberibe-PE. Tanto no verão como no inverno, os pontos onde as densidades de grupos foram mais significativas, foram as dominadas pelas frações arenosas.
doi:10.14295/ras.v31i1.28548 fatcat:yrda2gen2rhcziecochphsyfca