Consumo de estimulantes naturais por estudantes de medicina em uma instituição de ensino superior privada

Maria Natália da Silva Montalvão, Ana Celia Goes Melo Soares, Rebeca dos Santos Sirqueira, Rafael Ribeiro Almico Fraga, Mayana Lula Andrade, Antônio Souza Lima Junior
2020 Revista Eletrônica Acervo Saúde  
Objetivo: Avaliar o uso de estimulantes naturais do sistema nervoso central pelos estudantes de graduação de Medicina, verificando o perfil dos usuários, a prevalência, a frequência, os motivos do uso e consequências. Métodos: Trata-se de um recorte de estudo descritivo, de abordagem quantitativa com 281 estudantes do curso em medicina do 1º ao 6º ano em Aracaju, na Universidade Tiradentes. Para a coleta de dados, utilizou-se um questionário com questões relacionadas aos estimulantes naturais.
more » ... mulantes naturais. Os dados obtidos foram analisados por estatística descritiva com auxílio do software R Core Team 2020.O estudo foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: Evidenciou-se que: 93,6% da amostra relatou já ter feito uso, em que 62,98% eram mulheres e 30,60% eram homens. Foi observado que 37,4% utilizam diariamente, 22,8% tinham forte desejo em utilizar e que o maior motivo para o uso está associado a tentativa de obter melhor desempenho acadêmico (63,9%). Conclusão: Conclui-se que o consumo destas substâncias é prevalente e frequente no grupo estudado e que há forte desejo em consumi-las. A motivação para o uso foi tentar melhorar o desempenho acadêmico, no entanto, foram observados prejuízos em relação à qualidade do sono e ao humor.
doi:10.25248/reas.e3879.2020 fatcat:k7kyfrpc5rdz5osewulogjpn5i