SUPLEMENTAÇÃO DO MEIO DE REFRIGERAÇÃO ESPERMÁTICA COM VITAMINA C E CATALASE EM SÊMEN OBTIDO DE CÃES JOVENS E IDOSOS *

Marina Alvarenga, Bethânia Lopes, Viviane Chirinéa, Rodrigo Freitas Bittencourt, Maria Lopes, Financiamento Fapesp
unpublished
Veterinária e Zootecnia Alvarenga ML. et al. Suplementação do meio de refrigeração espermática com vitamina C e catalase em sêmen obtido de cães jovens e idosos. Vet. e Zootec. 2013 dez.; 20(4): 673-682. RESUMO O uso de sêmen refrigerado é uma boa opção na rotina clínica de inseminação, sendo um método prático e barato que permite melhor preservação da fertilidade quando comparado ao sêmen congelado. Contudo, o período de sobrevivência dos espermatozoides é curto. A adição de moléculas
more » ... moléculas antioxidantes ao meio de diluição pode reduzir o estresse oxidativo durante o armazenamento e assim melhorar sua qualidade. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da adição da catalase e vitamina C ao diluente sobre a qualidade do sêmen canino refrigerado. Para isso foram utilizados cinco cães com idade variando de 2 a 5 anos, e cinco com mais de sete anos. O sêmen foi colhido e dividido em três amostras para a refrigeração nos meios controle (sem adição de antioxidante), com adição de vitamina C e com adição de catalase. Antes e após a refrigeração as amostras foram analisadas através do sistema computadorizado CASA, da análise da morfologia espermática e da integridade das membranas plasmática e acrossomal. No presente trabalho a única variável que se beneficiou da ação dos antioxidantes foi à integridade do acrossomo nas amostras de sêmen resfriado obtidas de animais idosos. Além disso, neste mesmo grupo a concentração de catalase utilizada parece ter tido um efeito deletério sobre parâmetros da motilidade espermática. Estes resultados reforçam a evidência de variações individuais na resposta a refrigeração espermática e indicam a necessidade de um maior número de estudos envolvendo animais com idades diferentes. Palavras chave: antioxidante, sêmen refrigerado, cão ABSTRACT The use of cooled semen is anoption for clinical practice, since it's a practical and inexpensive method, which allows a god preservation of fertility. However, spermatozoa stored under refrigeration conditions become aged, losing fertilizing capacity. The addition of antioxidant molecules tocooling extenders could reduce oxidative stress during storage improving semen quality. The goal of this study was to analyze the effects of the addition of catalaseand vitamin C over the quality of refrigerated semen. Semen from five dogs aging between 2 to 5 years and five with more than 7 years was used. After collection the ejaculates were divided into three samples, one diluted in the cooling extender (control without antioxidant), another diluted in the extender with vitaminC, and the last with extender with catalase. Before and after cooling all samples were analyzed by Computer Assisted
fatcat:gkucuv6kgfbyhjhtrpwseosbe4