Desenvolvimento de fitoterápicos a partir das folhas da nogueira-da-índia (Aleurites moluccanus): relato de experiência de parceria entre uma Universidade Comunitária e indústrias farmacêuticas nacionais

Tania Mari Bellé Bresolin, Ruth Meri Lucinda da Silva, Christiane Meyre-Silva, Nara Lins Meira Quintão, Valdir Cechinel Filho
2020 Revista Fitos  
Este trabalho, de parcerias entre uma Universidade Comunitária e empresas farmacêuticas nacionais relata o desenvolvimento de novos e efetivos fitoterápicos obtidos a partir das folhas de Aleurites mollucanus (Euphorbiaceae), uma espécie exótica, proveniente da Ásia, adaptada no Brasil. Este projeto, embora ainda não tenha alcançado o estágio final de estudos clínicos e registro junto à ANVISA, representa uma experiência relevante a ser analisada à luz das dificuldades e superações no decorrer
more » ... rações no decorrer das etapas que compõem a cadeia de estabelecimento de um novo medicamento fitoterápico no Brasil. Com aprovação nas etapas de estudos não clínicos e na etapa clínica-fase I foram desenvolvidos, em escala piloto, comprimidos a base do extrato seco padronizado de A. moluccanus. Além disso, foram estabelecidas formulações como creme tópico e suspensão oral. A superação dos desafios para padronização do extrato em escala industrial, sob boas práticas de fabricação (BPF) e os aspectos de estabilidade das formulações, assim como a continuidade dos estudos, depende do cenário e consequente direcionamento do mercado. Este relato proporcionou uma visão sobre os percalços e as superações vivenciadas por pesquisadores de uma Universidade Comunitária brasileira, com foco na pesquisa e desenvolvimento de novo, efetivo e seguro fitoterápico analgésico e anti-inflamatório.
doi:10.32712/2446-4775.2020.935 fatcat:yhdzs6fp4jamza6pbuy5or2pki