Tradução: Elementos para uma apreensão clínica da psicose ordinária (Jean-Claude Maleval, 2003)

Clínica & Cultura V, Iii
unpublished
Apresentação Em Elementos para uma Apreensão Clínica da Psicose Ordinária, Jean-Claude Maleval atualiza a potência disruptiva da noção lacaniana de "estrutura psicótica" 3 , afirmando-a em sua diferenciação para com a estrutura neurótica. Segundo a frase atribuída pela lenda a Lacan, cujo cunho chistoso acabaria por consolidá-la como aforismo: Não é louco quem quer, mas quem pode, em outros termos, não se enlouquece por mero capricho, antes é preciso já estar dis-posto a tanto. A psicose, como
more » ... o. A psicose, como estrutura, remete-se a uma dis-posição prévia, certamente que não biológico-constitucional, como supôs e ainda supõe a psiquiatria de orientação médica, mas sim linguístico-estrutural. Esta dis-posição concerne a um modo sui generis de estruturação que determina a relação do sujeito com a linguagem, na qual se pode dizer que o psicótico prescinde dela, isto é, ele abdica do "tesouro dos significantes" e rejeita (verwirft) a herança simbólica transmitida entre gerações sucessivas. É justamente na relação com o símbolo que o sujeito entra na história e na cultura.
fatcat:mvbotdelyjgi5gbeijjyk26mpm