CICLOS DE EROSÃO E SEDIMENTAÇÃO EM BACIAS HIDROGRÁFICAS URBANAS DO NOROESTE PARANAENSE E SUAS IMPLICAÇÕES NO AJUSTE DE SISTEMAS FLUVIAIS

Otávio Cristiano Montanher
2014 Revista Brasileira de Geomorfologia  
Resumo Apesar dos avanços ocorridos a partir da década de 1950 na compreensão de como as mudanças na cobertura do solo promovem alterações nos processos e formas de canais fl uviais, alguns tópicos específi cos ainda merecem discussão. Neste trabalho um extenso banco de dados remotamente sensoriados, composto por imagens orbitais e fotografi as aéreas foi aplicado à interpretação de como os sistemas fl uviais de grandeza até poucas dezenas de kilômetros quadrados responderam ao crescimento
more » ... ao crescimento urbano ocorrido a partir da década de 1970 no noroeste do Paraná. Após o tratamento e interpretação dos dados, os resultados foram comparados com os modelos de ajuste de processos de Wolman (1967) e Oliveira e Queiroz Neto (1993). Os estudos de caso apresentam alta variação temporal e espacial de ajustes, os quais são correlacionados em parte com os modelos descritos anteriormente na literatura, de forma que foram encontradas importantes mudanças geomorfológicas que não foram citadas nos modelos tradicionais. Tais informações são um elemento chave na compreensão das condições ambientais relacionadas ao gerenciamento e recuperação de canais urbanos degradados. Abstract Despite the advances occurred from the 50's in understanding of how changes in the soil coverage induce alterations in fl uvial channel processes and forms, some specifi c topics deserve further discussion. In this paper, a large remote sensing database composed of orbital images and aerial photographs was used for interpretation of how the fl uvial systems of size up to few square kilometers reacted to urban growing occurred from the 70's in the northwest of Paraná. After the treatment and interpretation of data, the results were compared to the processes adjustment models of Wolman (1967) and Oliveira e Queiroz Neto (1993). These study cases show high temporal and spatial variation of adjustments,
doi:10.20502/rbg.v14i4.401 fatcat:452kebum75cgvg3bstuwk4tmwa