International Diversification for Brazilian Investors through Domestic Assets

Dermeval Martins Borges Junior, Rodrigo Fernandes Malaquias
2017 Contabilidade, Gestão e Governança  
RESUMO O objetivo deste trabalho é o de analisar os benefícios da diversificação internacional por meio de ativos domésticos para investidores brasileiros. A amostra contou com três tipos de ativos: os Brazilian Depositary Receipts (BDR), os fundos de investimento brasileiros com investimentos no exterior e as ações do mercado brasileiro. Foram elaborados portfólios com dez combinações diferentes para esses ativos. Para a análise dos dados, foram usados coeficientes de correlação e medidas para
more » ... ação e medidas para retorno ajustado ao risco e à volatilidade. Os resultados indicaram que os portfólios compostos, principalmente, por BDR foram os que apresentaram menor correlação com o mercado brasileiro e maior índice de Sharpe. Os portfólios com menor volatilidade foram aqueles, majoritariamente, compostos por fundos de investimentos. Este trabalho contribui para a literatura ao estudar possíveis benefícios da diversificação internacional, a partir da perspectiva de investidores, em um país emergente, uma vez que estudos sobre esse tema, geralmente, envolvem apenas investidores domésticos de países desenvolvidos, especialmente dos Estados Unidos. Palavras-chave: diversificação internacional; ativos domésticos; BDR; fundos; ações. ABSTRACT We develop this study in order to analyze the benefits of international diversification through domestic assets for Brazilian investors. The sample contains three types of assets: Brazilian Depositary Receipts (BDRs), Brazilian investment funds that have part of their portfolios made up of investments in foreign companies and stocks listed on the Brazilian capital market. Additionally, portfolios with ten different combinations of these assets were elaborated. We analyzed the data using correlation coefficients, risk-adjusted return and volatility measures. The results indicated that portfolios mainly comprised of BDRs presented the lowest correlation with the Brazilian market index, as well as the highest Sharpe ratio. The portfolios with the lowest volatility in returns were those majoritarily linked toi nvestment
doi:10.21714/1984-3925_2017v20n3a2 fatcat:mkcwrdgzvfcwhdhfxy2ej2s374