UMA ALMA ENTRE DOIS CORPOS: A AMIZADE CRISTÃ COMO PROCESSO DE HUMANIZAÇÃO E MANIFESTAÇÃO DO AMOR DE DEUS NA ORAÇÃO 43,14-24 DE SÃO GREGÓRIO DE NAZIANZO

DARLAN AURELIO DE AVIZ
2018 ATUALIDADE TEOLÓGICA  
Linha de Pesquisa: Fé e Cultura A amizade é um fenômeno universal e próprio da condição humana que nasce da livre oferta de si mesmo para lançar-se ao mistério do outro. Por meio dela, os homens tornam-se capazes de encontrar um caminho para a sua humanização. Este trabalho, sob a perspectiva da teologia patrística, retrata a amizade de Gregório de Nazianzo e Basílio de Cesaréia, como um modelo para todo o cristão que busca uma experiência existencial do amor, revestida da Aliança que Deus faz
more » ... iança que Deus faz com a humanidade. Para tal, investigou-se sistematicamente a temática da philia cristã, à luz desses dois padres capadócios que fi zeram uma grande síntese do pensamento clássico e cristão no século IV. Essa dissertação se fundamenta na Oração 43 de Gregório de Nazianzo, especifi camente nos parágrafos 14 a 24, que retrata duas personalidades tão distintas, movidas pela busca da expressão mais sensível do amor de Deus, capazes de viver uma comunhão universal e indivisível, tornadas "como uma alma em dois corpos" a ponto de ser imperceptível a costura que as uniu. Objetiva-se, portanto, demonstrar a relevância da amizade cristã na Oração 43,14-24 como importante instrumento no processo de humanização e de renovação das relações fraternas.
doi:10.17771/pucrio.ateo.32839 fatcat:y64vtoscezge3kkjwd43p2cjxq