Conhecimento e utilização do Programa Farmácia Popular do Brasil: estudo de base populacional no município de Campinas-SP

Karen Sarmento Costa, Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco, Marilisa Berti de Azevedo Barros
2014 Epidemiologia e Serviços de Saúde  
Resumo Objetivo: investigar a prevalência e os fatores associados ao conhecimento e à utilização do Programa Farmácia Popular do Brasil (PFPB) em Campinas-SP, Brasil, em 2008. Métodos: estudo transversal de base populacional, com amostra probabilística de indivíduos com 20 ou mais anos de idade. Resultados: foram entrevistados 2.461 indivíduos, 32,8% (IC 95% : 27,5-38,1) conheciam o PFPB e 11,0% (IC 95% : 8,2-14,7) haviam utilizado medicamentos do Programa; o conhecimento do PFPB foi
more » ... PFPB foi significativamente maior entre mulheres (43,2%), indivíduos com 30 ou mais anos de idade, renda familiar superior a 4 salários mínimos, 5 ou mais anos de estudo, que utilizavam 4 ou mais medicamentos (47,6%); a utilização foi maior entre mulheres (37,4%), indivíduos acima de 70 anos de idade (53,4%) e sem plano de saúde (38,5%). Conclusão: o conhecimento sobre o PFPB revelou-se restrito, porém superior nos segmentos de maior escolaridade, e sua utilização foi maior no segmento sem plano de saúde. Palavras-chave: Abstract Objective: to analyze the prevalence of knowledge and use of the Brazilian Popular Pharmacy Program (PFPB) in Campinas/SP, 2008. Methods: cross-sectional population-based study using probability sampling of individuals aged 20 or over. Results: of the 2,461 respondents, 32.8% (95%CI: 27.5; 38.1) had knowledge of PFPB, and 11.0% (95%CI: 8.2; 14.7) of these had used Program medication. Knowledge of PFPB was significantly higher in women (43.2%), persons aged 60-69 years (47.6%), those with family income above 4 minimum wages, having 5 or more years of schooling, and taking 4 or more kinds of medication (47.6%). PFPB use was greater among women (37.4%), individuals over 70 (53.4%), and among those who did not have health insurance (38.5%). Conclusion: similar studies can be used to monitor Pharmaceutical and PFPB policies, aiming to promote better management of local actions.
doi:10.5123/s1679-49742014000300003 fatcat:sqll4t4hbzaolhmix435lojsge