REDES DE COLABORAÇÃO E INTERSETORIALIDADE NAS CRECHES PÚBLICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

Claudia Maria Simões Martinez, Anne Marie Germaine Fontaine, Jair Ferreira Licio dos Santos, Bruna Pereira Ricci Marini, Mariana Gurian Manzini
2016 Cadernos de Terapia Ocupacional  
Resumo: Introdução: A literatura indica impactos positivos no desenvolvimento infantil de crianças que frequentam creches quando, neste contexto, há boas práticas. Acredita-se que um conjunto de ações, em rede, coordenadas pelos gestores, pode impactar positivamente o desenvolvimento integral da criança. Objetivo: Embora a literatura aponte os campos de conhecimento "saúde, educação e o social" como as redes de colaboração das creches, o objetivo desta pesquisa foi identificar redes de
more » ... r redes de colaboração no contexto de creches públicas do Estado de São Paulo. Método: A metodologia contemplou etapas para efetivação dos procedimentos éticos e definição do plano amostral, que resultou em 32 creches dos municípios do Estado de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas feitas com os dirigentes das creches que buscaram identificar os pontos da rede, a partir de situações presentes em sua prática cotidiana. Resultados: Os resultados apontaram para a presença de 75 pontos de rede de colaboração nos 32 municípios com distintas parcerias de serviços, ora contando com redes mais extensas, ora mais curtas. Confirmou-se a forte presença da intersetorialidade advinda dos campos da educação, da saúde e do social. Além destes, equipamentos municipais para ações de infraestrutura foram também identificados, bem como a presença de diversos programas governamentais oriundos da esfera federal. Conclusão: A dimensão do desenvolvimento infantil está presente de forma intensa na esfera da educação e da saúde. Os dados foram discutidos na perspectiva do apoio aos dirigentes para a resolutividade dos problemas, considerando-se o potencial das ações preventivas na primeira infância. Abstract: Introduction: The literature indicates positive impacts on child development for those children attending day care centers, when this context includes good practices. It is believed that a set of actions, networking, coordinated by managers can positively to impact the children development. Objective: Although the literature indicate the fields of knowledge "health, education and social" as the daycare collaborative networks, this study evaluated are the points that allow connections in these networks today, and the possible existence of other networks describing their characteristics. Method: The methodology included ethical procedures and definition of the sampling plan, which resulted in 32 daycare schools in the municipalities of São Paulo. Data were collected through interviews with the daycares directors seeking to identify the network points, from situations present in their daily practice. Results: The results showed the presence of 75 points of the cooperation network in 32 municipalities with different service partnerships, sometimes with more extensive networks, or shorter. We highlight the strong presence of Redes de colaboração e intersetorialidade nas creches públicas do estado de São Paulo
doi:10.4322/0104-4931.ctoao0717 fatcat:sk72gflruna5dj7jpidldi6aui