BIOFEEDBACK AND ANXIETY IN HIGHER EDUCATION: COMPARISON OF TWO BRIEF INTERVENTION PROGRAMS
BIOFEEDBACK E ANSIEDADE NO ENSINO SUPERIOR: COMPARAÇÃO DA EFICÁCIA ENTRE DOIS PROGRAMAS BREVES

Paulo Chaló, Anabela Pereira, Luís Sancho, Helena Mateus
2016 Psicologia, Saúde & Doenças  
RESUMO: Este estudo dá continuidade à investigação sobre a eficácia do Biofeedback na ansiedade em alunos do ensino superior. Procurando soluções acessíveis e de duração cada vez mais reduzida, pretendeu-se comparar a eficácia entre dois programas breves, com 5 e 8 sessões, de Biofeedback. Foram selecionados 32 alunos do primeiro ano, com valores elevados na Escala de Ansiedade Traço (STAI-Y2). Utilizando o Biofeedback 2000 X-pert submeteu-se um grupo (n=11) a oito sessões, enquanto outro grupo
more » ... nquanto outro grupo (n=9) realizou apenas 5 sessões. Um terceiro grupo (n=12) não foi alvo de qualquer intervenção. Os resultados obtidos na STAI-Y2 no início do estudo foram comparados com os obtidos no seu final. Verificou-se uma redução significativa dos valores da STAI-Y2 nos grupos de Biofeedback (p=0,05 no grupo com 5 sessões; p=0,003 no grupo com 8 sessões). Foram também encontradas diferenças significativas entre os valores da STAI-Y2 pós-intervenção entre o grupo de controlo e o grupo com 8 sessões de Biofeedback (p=0,001). Estes resultados reforçam a pertinência da utilização de programas breves de Biofeedback na problemática da ansiedade, ainda que com alguma reserva face a programas de 5 sessões. Futuros estudos, principalmente na população portuguesa, são necessários para reforçar a eficácia destes programas. Caracterizados por uma boa relação custo/eficácia, os programas de Biofeedback apresentam-se como uma alternativa válida para a intervenção na ansiedade. Palavras-chave: Biofeedback, SCL, Ansiedade, Ensino Superior. ABSTRACT: This study follows Biofeedback (BFB) efficacy in higher education student's levels of anxiety research. Looking for easy access, short duration programs, we tried to compare two brief programs, with 5 and 8 sessions of BFB. 32 1st year students with high State-Trait Anxiety Index (STAI-Y2) values. Using Biofeedback 2000 x-pert, one group (n=11) underwent 8 sessions, another (n=9) did 5 and a third group (n=12) underwent no intervention. Results were compared at the end. A significant reduction of STAI Y-2 values was observed on both BFB groups (p=0.05 in the 5 session group, p=0.003 in the 8 session one). Significant differences were also found between the control group and the 8 BFB session group (p=0.001). These results suggest the relevance of using brief BFB programs in dealing with anxiety in Higher Education, albeit with some care considering the 5 session program. Future studies, especially in the Portuguese population, are necessary to strengthen these programs' efficacy. Having a good cost/efficacy relationship, BFB programs appear as a valid option for intervention in anxiety.
doi:10.15309/16psd170109 fatcat:bfk5hhxqijcslaszfv3xl5vucu