"AVALIAÇÃO DA MORTALIDADE POR CAUSAS EXTERNAS SEGUNDO A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DAS DOENÇAS (CID) EM GOIÁS, NO PERÍODO DE 2009 A 2013"

Lívia Oliveira, Ana Claudia Silva Duarte, Isabela Avila, Luis Felipe Estevam Sidney Silva, Denis Sugita
2018 Revista Educação em Saúde  
Objetivo: Levantar a taxa de mortalidade por causas externas, segundo a Classificação Internacional de Doenças (CID), em Goiás, no período de 2009 a 2013. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo temporal (2009 a 2013), sobre mortalidade por causas externas, no estado goiano, a partir de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade. Resultados: Foram utilizadas as variáveis: ciclista e motociclista traumatizado em acidente de transporte, ocupante em automóvel de transporte pesado,
more » ... nsporte pesado, lesões autoprovocadas intencionalmente e agressões. As taxas são mais altas na população de adultos jovens, principalmente do sexo masculino. Com relação às lesões autoprovocadas, a discrepância entre os gêneros geralmente atribui-se à maior agressividade, maior intenção de morrer e uso de meios letais entre os homens. Conclusão: A comparação literária permite concluir que os fatores que contribuem para o aumento da mortalidade têm cunho socioeconômico e cultural e a implementação de políticas públicas é necessária para reduzir esses índices.
doi:10.29237/2358-9868.2018v6i1.p10-22 fatcat:hdjzg4n5ljamnpsvlowup3gnda