A RELAÇÃO ENTRE COMPLEXIDADE E MATEMÁTICA A PARTIR DE GASTON BACHELARD THE RELATIONISHIP BETWEEN COMPLEXITY AND MATHEMATICS FROM GASTON BACHELARD

Willian Dos, Santos Godoi
unpublished
Resumo: O presente artigo tem por objetivo apresentar com base no pensamento de Gaston Bachelard a relação entre a complexidade das noções científicas e sua relação com a metodologia matemática utilizada pelas ciências. A ciência contemporânea ao utilizar como ferramenta metodológica a teorização matemática, descobre que os fenômenos estudados por ela são compostos por diversos tipos de relações que escapam a analise puramente empírica. A matemática consegue examinar de maneira mais profunda o
more » ... ra mais profunda o fenômeno, e descobre que aquilo que parece simples aos sentidos, é na realidade, complexo, pelo fato de ser composto por uma diversidade de elementos. A epistemologia da complexidade de Bachelard se opõe ao ideal reducionista de tipo cartesiano que procurava estudar os fenômenos partindo da sua simplicidade aparente. O pensamento cartesiano ao simplificar os fenômenos, mutila características que os compõem e sempre busca iniciar a análise daquilo que é imediatamente captado pelos sentidos. A epistemologia não-cartesiana procura compreender o avanço científico contemporâneo, em relação ao uso de sua metodologia matemática, e a preservação de todas as características que fazem parte do fenômeno. A simplicidade só existe para um pensamento de primeira aproximação. Dessa forma, utilizaremos como exemplo, a ideia de complexidade partindo de um exemplo preciso da física, procurando realizar a conexão entre a complexidade e o saber matemático a partir de Bachelard. Palavras-chave: Complexidade. Simplificação. Massa. Racionalismo. Reducionismo. Cartesianismo. Abstract: This article aims to present based on the thought of Gaston Bachelard the relationship between the complexity of scientific concepts and their relation to mathematical methodology used by the sciences. The contemporary science to use as a methodological tool to mathematical theorizing, and discovers that the phenomena studied by it are composed of different types of relationships that are beyond the purely empirical analysis. Mathematics can examine more deeply the phenomenon, and discovers that what seems simple to the senses, is actually complex, because it is composed of a variety of elements. The epistemology of complexity Bachelard opposes the ideal type of Cartesian reductionist were looking for studying phenomena starting its apparent simplicity. The Cartesian thought to simplify the phenomena, mutilates characteristics that make up the phenomenon and always tries to start the analysis of what is immediately perceived by the senses. Epistemology non-Cartesian seeks to understand the contemporary scientific advance, regarding the use of their mathematical methodology, and the preservation of all the features that are part of the phenomenon. The simplicity exists only for a thought of first approximation. Therefore, we will use as an example the idea of complexity, from a specific example of physics, trying to realize the connection between complexity and mathematical knowledge from Bachelard.
fatcat:w6gasuua4nfdnjd5k6s444ptlu