SOROPREVALÊNCIA DE LEPTOSPIROSE EM FÊMEAS BOVINAS EM IDADE REPRODUTIVA NO ESTADO DA BAHIA

F.C.S. Oliveira, S.S. Azevedo, S.R. Pinheiro, S.A.R.A. Viegas, C.S.A. Batista, C.P. Coelho, Z.M Moraes, G.O Souza, A.P. Gonçales, C.A.S. Almeida, S.A. Vasconcellos
2009 Arquivos do Instituto Biológico  
RESUMO O objetivo do presente trabalho foi determinar a soroprevalência da leptospirose em fêmeas bovinas em idade reprodutiva no Estado da Bahia. A amostragem foi delineada para a determinação da prevalência de propriedades positivas (focos) e de animais soropositivos para a leptospirose. O Estado foi dividido em quatro regiões ou estratos amostrais, nos quais foram examinadas 10.823 fêmeas bovinas com idade ≥ 24 meses distribuídas em 1.414 propriedades. A reação de Soroaglutinação
more » ... (SAM), empregando 23 sorovares de Leptospira spp. como antígenos, foi utilizada como teste diagnóstico. O rebanho foi considerado foco quando apresentou pelo menos um animal soropositivo. As prevalências de foco e de animais soropositivos no Estado foram de 77,93% [IC 95% = 75,73% – 79.99%] e 45,42% [IC 95% = 42,00% – 48,88%], respectivamente.
doi:10.1590/1808-1657v76p5392009 fatcat:acrqmv7okjch3l4r2lqaw43mgm