From ; the Parisian palaces to the American kitchens: the New Look of the 1950s and its several representations

Isaac Matheus, Santos Batista, Almeida Bezerra
unpublished
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional 126 Dos palácios parisienses às cozinhas americanas: o New Look dos anos 1950 e suas diferentes representações Resumo. Esse trabalho faz parte de uma pesquisa produzida através do programa de iniciação científica PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica), o qual é promovido pelo CNPQ (Conselho Nacional de Pesquisa). Através de um método de análise semiótica
more » ... análise semiótica para imagens, observamos, aqui, as mudanças estéticas e contextuais sofridas pelo estilo de moda conhecido como New Look, inicialmente lançado pela maison de alta-costura Dior, quando ele se massifica até camadas mais baixas no Ocidente, deixando de simbolizar apenas o poder e luxo europeus reiterados pela marca, para ajudar a construir a imagem de uma mãe e dona-de-casa de classe média, esforçada e submissa ao homem. Assim, pretendemos contribuir para uma visão mais ampla da moda dos anos 1950, através de uma abordagem que vai além do "eurocentrismo" e elitismo habituais na história da moda. Palavras-chave: Alta-costura, reprodução em massa, Dior, New Look, década de 1950. Abstract. This paper is part of a research produced through a program for undergraduate researches PIBIC (Institutional Program For Undergraduate Researchers) promoted by CNPQ (National Research Council) Through a semiotic methodology, we observe the structural and contextual changes that the aesthetic of fashion commonly known as New Look, initially launched by maison Dior, suffered when it is massified even to the lower social stratus in the Occident, no longer symbolizing only the power and the luxury that the brand reiterates, but helping to build a representation of a medium class, hardworking and obedient mother and housewife. Thus, we aim to contribute to an ampler vision of the fashion of the 1950s, through an approach that goes beyond the habitual "eurocentrism" and elitism in the history of fashion.
fatcat:jy6467pbcnbndbuhlelbu743gi