Isolamento químico e validação analítica por cromatografia líquida de alta eficiência de quercitrina em Solidago chilensis Meyen (Asteraceae)

C.A.D. VECHIA, B. MORAIS, A.P. SCHONELL, K.A.P. DIEL, C. FAUST, C. MENIN, D.B. GOMES, W.A. ROMAN JUNIOR
2016 Revista Brasileira de Plantas Medicinais  
RESUMO A espécie Solidago chilensis Meyen, Asteraceae é conhecida como erva-lanceta ou arnica-brasileira, sendo utilizada popularmente como antimicrobiana e para o tratamento de inflamações tópicas. No entanto, estudos fitoquímicos e farmacológicos para as partes aéreas são escassos. Neste trabalho, realizou-se a determinação de flavonoides por espectrofotometria de UV/Vis, prospecção fitoquímica da fração acetato de etila visando o isolamento do constituinte químico majoritário e validação
more » ... rio e validação analítica por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). O teor de flavonoides totais foi de 5,42%, representados como hiperosídeo. O fracionamento químico utilizando métodos cromatográficos (cromatografia líquida em coluna gel de sílica; CHCl3:EtOH; 8:2 v/v) e espectroscópicos (1H RMN,13C RMN e ESI-MS) revelou o isolamento de quercetina-3-O-α-L-ramnosídeo(quercitrina). A sensibilidade e a linearidade (r = 0,999) da validação analítica, utilizando a quercitrina isolada do extrato hidroalcoólico da planta, revelaram um rendimento de 5,29% do analito em relação à droga vegetal. Precisão, recuperação e robustez, além dos valores estabelecidos para os limites de detecção (LOD) e de quantificação (LOQ), poderão ser utilizados como parâmetros de qualidade para extratos à base de S. chilensis.
doi:10.1590/1983-084x/15_128 fatcat:rt2e6epfifbvziq2xxgc2o74ha