Teorizando o som "ruim": o que põe o mumble no mumblecore?

Nessa Johnston
2016 Rebeca: Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual  
O mumblecore foi um ciclo de filmes independentes e de baixo orçamento feitos nos Estados Unidos, produzidos geralmente em vídeo digital e que surgiram em meados dos anos 2000. O rótulo bem humorado, mas também pejorativo, foi cunhado por um técnico de som e permanece desde então. Contudo, apesar do mumblecore ter sido nomeado com referência ao som, há pouca análise, seja acadêmica ou jornalística, de suas trilhas sonoras para além da crítica à qualidade "ruim" do som. Este artigo explora como
more » ... som ruim do mumblecore opera como uma marca de sua distintiva, e talvez excessiva, característica de cinema independente. Apresenta, também, uma avaliação da categorização estilística do mumblecore feita na academia e na imprensa, o que permite contextualizar a análise audiovisual de vários filmes mumblecore, enfatizando principalmente as propriedades não- semânticas das trilhas sonoras. O objetivo é discutir afirmações que cercam o papel da trilha sonora e determinar o que se quer dizer quando se define que o som do mumblecore é "ruim" - em outras palavras, o que põe o mumble no mumblecore
doi:10.22475/rebeca.v5n1.367 fatcat:2u7shxd7w5avhnd67y3haelohu