Efeitos do treinamento muscular respiratório em pacientes após acidente vascular cerebral: uma revisão sistemática

Fleury Ferreira Neto, Jedson Dos Santos Nascimento, Ana Carla Cruz De Jesus, Luiz Barauna, Nildo Manoel Da Silva Oliveira
2020 Revista Pesquisa em Fisioterapia  
INTRODUÇÃO: O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é o resultado da interrupção aguda do suprimento sanguíneo ao cérebro por meio de entupimento ou rompimento dos vasos podendo provocar lesões celulares e alterações nas funções neurológicas. Essas alterações são relevantes para a ineficiência dos mecanismos orofaríngeos da deglutição, respiração, fonação e reflexos protetores das vias aéreas inferiores culminando em alta incidência de pneumonia por aspiração. O Treinamento Muscular Respiratório tem
more » ... ar Respiratório tem como função restabelecer a função muscular que esteja comprometida, treinar tanta a força quanto à endurance muscular, melhor a eficácia na desobstrução das vias aéreas, condicionar e adaptar ao exercício e prevenir a fadiga muscular respiratória. OBJETIVO: O objetivo desse estudo é sistematizar o efeito do treinamento muscular respiratório sobre os volumes e capacidades pulmonares em indivíduos que sofreram acidente vascular cerebral. MATERIAIS E MÉTODOS: Esta revisão sistemática foi realizada pela busca nas bases de dados BVS (Scielo, Lilacs, IBECS, Medline), PubMed e análise das referências. RESULTADOS: Um total de 4834 estudos foram rastreados e analisados, onde fizeram parte desta revisão 17 estudos publicados entre 2010 e 2019. CONCLUSÃO: Estudos comprovaram que o uso de TMR em pacientes pós-AVC gera efeitos positivos nos volumes e capacidades pulmonares, apesar de terem um tamanho amostral pequeno. A busca por criar novos estudos que possam auxiliar na prescrição e padronização dos treinamentos desses indivíduos em diversos ambientes deve ser um caminho a se pensar.
doi:10.17267/2238-2704rpf.v10i4.3023 fatcat:zbszdc3jlvcobh7kovqvvic5yi