Emergência, crescimento e produção da mamoneira sob estresse salino e adubação nitrogenada

Reginaldo Gomes Nobre, Geovani Soares de Lima, Hans Raj Gheyi, Givanildo da Silva Lourenço, Lauriane Almeida dos Anjos Soares
2013 Revista Ciência Agronômica  
Emergência, crescimento e produção da mamoneira sob estresse salino e adubação nitrogenada 1 Emergence, growth and production of the castor bean under saline stress and nitrogen fertilization RESUMO -O uso de água salina na atividade agrícola vem se tornando uma realidade em diversas regiões do mundo, tendo em vista o aumento na demanda por água doce, tanto para agricultura irrigada, como no abastecimento urbano e industrial. Neste sentido, objetivou-se com esta pesquisa avaliar o efeito de
more » ... iar o efeito de diferentes níveis de salinidade da água de irrigação associada a doses de adubação nitrogenada, sobre a emergência, crescimento e produção da mamoneira cv. BRS Energia, em experimento onde as plantas foram conduzidas em lisímetros sob condições de campo, no CCTA/UFCG. Utilizou-se a aleatoriedade em bloco em esquema fatorial 5 x 5, com três repetições, sendo estudados os efeitos de cinco níveis de condutividade elétrica da água de irrigação (0,4; 1,4; 2,4; 3,4 e 4,4 dS m -1 ) associados a cinco doses de adubação nitrogenada (50; 75; 100; 125 e 150% da dose recomendada para ensaios em vaso). A salinidade da água de irrigação a partir de 0,4 dS m -1 afeta linear e negativamente a percentagem de emergência (PE), o índice de velocidade de emergência (IVE), a altura de planta (AP), o diâmetro caulinar (DC), a fitomassa seca da parte aérea (FSPA) e de raiz (FSRaiz) e a massa de sementes do racemo primário (MSemRP), enquanto que doses crescentes de nitrogênio promoveram aumento no DC, na FSPA e na FSRaiz. A aplicação de doses crescentes de N reduziu o efeito da salinidade sobre o DC e a FSRaiz da mamoneira cv. BRS Energia. Palavras-chave: Mamona. Plantas-efeito do sal. Adubação nitrogenada. ABSTRACT - The use of saline water in agriculture is becoming a reality in many regions of the world, given the increased demand for fresh water, both for irrigated agriculture, as well as for urban and industrial supply. In this context, the aim of this research was to evaluate the effect of different salinity levels in irrigation water, associated with amounts of nitrogen fertilizer, on the emergence, growth and yield of the castor bean, cv. BRS Energia, in an experiment where plants were maintained in lysimeters under field conditions, at the CCTA / UFCG. A randomised block design in a 5 x 5 factorial with three replications was used to study the effects of five levels of electrical conductivity of the irrigation water (0.4, 1.4, 2.4, 3.4 and 4.4 dS m -1 ) associated with five levels of nitrogen fertilizer (50, 75, 100, 125 and 150% of the dose recommended for testing in pots). The salinity of the irrigation water from 0.4 dS m -1 affects negatively and in a linear manner the percentage of emergence (PE), the emergence speed index (IVE), plant height (AP), the stem diameter (DC), the shoot dry-weight (FSPA) and root dry-weight (FSRaiz) and the seed mass of the primary raceme (MSemRP), whereas increasing levels of nitrogen caused an increase in DC, FSPA and FSRaiz. The application of increasing doses of N reduced the effect of salinity on the DC and FSRaiz of the castor bean cv. BRS Energia.
doi:10.1590/s1806-66902013000100010 fatcat:chfifyrkwjhuhkpfobbgrde4ze