As necessidades comunicacionais das práticas educativas na prevenção da transmissão materno-fetal do HIV

Katia Virginia de O Feliciano, Maria Helena Kovacs
2003 Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil  
OBJETIVOS: elucidar a fecundidade da prática educativa centrada na prevenção da transmissão materno-fetal da AIDS para promover a comunicação usuárias-serviços. MÉTODOS: Estudo exploratório, parte de uma pesquisa sobre atenção pré-natal, realizado em 19 centros de saúde, duas maternidades e seis unidades de saúde da família da Secretaria de Saúde da cidade do Recife, de maio a julho de 1998. O processo de trabalho foi observado, equipes técnicas entrevistadas e um questionário foi aplicado às
more » ... 5 mulheres em atendimento; dessas, 81 foram submetidas à sondagem. RESULTADOS: nenhum serviço faz aconselhamento, mesmo quando informam sobre o teste anti-HIV (48,1%). O trabalho educativo está focalizado no fornecimento de informações durante a consulta, pois, as atividades coletivas, nas unidades que realizam-nas (48,1%), não ocorrem em todos os horários do pré-natal. A prática educativa baseada na racionalidade estratégica subestima a importância da aproximação às decisões valorativas das mulheres, das quais somente 11,1% utilizam camisinha de modo sistemático. CONCLUSÕES: a pequena oferta de atividades educativas no pré-natal e o "monólogo tecnocrático" que predomina nas relações entre usuárias e serviços de saúde têm repercussões negativas na vulnerabilidade da população feminina e de seus filhos.
doi:10.1590/s1519-38292003000400004 fatcat:nz7jejjs4rexrofpmrmsszx76u