VIRILIO, Paul. A inércia polar. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1993. 128 p

Ruth Gauer
1997 Horizontes Antropológicos  
O autor é arquiteto, desenvolve seu trabalho como urbanista, teórico da Dromologia, (do grego dromos = velocidade). Esteve sempre preocupado com o crescimento das cidades. Iniciou seus escritos na década de 70, enfocando as questões ligadas à tecnologia. Depois de ter publicado numerosos trabalhos voltados para a divulgação do conceito de velocidade o autor, nessa obra, analisa a velocidade e o espaço a partir da experiência das guerras. A velocidade é vista por Virilio como a alavanca do mundo
more » ... a alavanca do mundo moderno. Por outro lado, o controle do tempo é remetido a uma análise sobre o poder. Associa as distâncias-espaço às distâncias-tempo e, assim, abre um importante campo de refl exões, denominado Dromologia. Para a compreensão do mundo faz-se necessário ver a sociedade não mais vivida de dentro, mas, de modo a sobrevoá-la, como se fosse um espetáculo. Na atual velocidade, o mundo, que não é fi nito, está chegando a um ponto de instantaneidade nos nossos deslocamentos. Passamos do tempo extensivo da história ao tempo intensivo de uma instantaneidade sem história. Para o autor, se o tempo é história, a velocidade é apenas sua alucinação, uma alucinação perspectiva que destrói toda a extensão da cronologia. Nesse sentido os acontecimentos desvanecem-se, perdem-se pois já não há idéias em luta com os fatos. Aparece então a negação do fato real. Os acontecimentos não são aprendidos uma vez que as imagens não se fi xam, escapam pela fl uidez da velocidade. A popularização da velocidade retira das forças militares, dos políticos, o poder, assim como a velocidade-riqueza não é mais obtida apenas pelos banqueiros ou por alguns poucos que tomam decisões. Há, nesse sentido, uma desconstrução como fruto do recente primado do tempo sobre o espaço. Criou-se um novo espaço-tempo. Depois da desintegração nuclear do espaço, da matéria, ocorre a desintegração do tempo da luz. O fato provocará uma
doi:10.1590/s0104-71831997000200021 fatcat:by4dd2aknzf3dfjgg2zwoekc7m