Pacientes em pós operatório de cirurgia cardíaca: correlação entre dois métodos de medida da pressão arterial

Joice Cristiane Benetti, Marla Gonçalves Krewer, Emiliane Nogueira de Souza, Silvia Goldmeier
2013 Revista de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria  
RESUMO: Objetivo: verificar nos pacientes instáveis de pós-operatório de cirurgia cardíaca, se há correlação nos resultados da pressão arterial obtidos pelos métodos direto e indireto. Método: estudo transversal, realizado entre outubro de 2010 a maio de 2011, na unidade de pós-operatório de um hospital de Porto Alegre-Rio Grande do Sul. Incluídos pacientes de ambos os sexos, ≥ 18 anos com cateter invasivo em artéria braquial. A aferição foi efetuada simultaneamente seis horas após a cirurgia:
more » ... s após a cirurgia: primeiro pelo método indireto, seguida pelo método direto, no membro contra-lateral. Resultados: foram incluídos 142 pacientes, com 63,8 ±11 anos, 80 (56,3%) homens. As correlações dos valores das pressões sistólicas e diastólicas foram R=0,95 e R=0,85 respectivamente. Os valores da pressão arterial em pacientes instáveis, aferidos pelos dois métodos apresentaram forte correlação. Conclusão: entre os pacientes instáveis, independe do método de escolha, o indireto tem se mostrado confiável, conforme critério estabelecido nas diretrizes. Descritores: Enfermagem; Pressão arterial; Reprodutibilidade dos testes. ABSTRACT: Aim: to verify the correlation about values of BP obtained by direct and indirect methods in patients in the postoperative cardiac surgery. Method: cross-sectional study, conducted between October to May 2011 in a postoperative unit of a hospital in Porto Alegre, Rio Grande do Sul, approved by number 4510.Included patient about both sex and ≥ 18 years with invasive brachial artery catheter. Simultaneously, after six hours post operative, the measurement of two methods was to made:first by the indirect method later by the direct method of another member side. Results: the sample included 142 patients, 63.8±11 years, 80 (56.3%) men.The correlations of the systolic and diastolic values were R=0.95 and 0.85respectively. Conclusion: among unstable patients, independent of the method of selecting, the indirect has proven reliable according criterion established in the guidelines. Descriptors: Nursing; Arterial pressure; Reproducibility of results.
doi:10.5902/217976928501 fatcat:usj5w5ligvhe5jyzbvw5kvsbvm