PLANEJAMENTO EM MÚSICA: ESTUDO DO DISCURSO DE UM PROFESSOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Julielle Rates Pereira
2018 Revista Nupeart  
PLANEJAMENTO EM MÚSICA: estudo do discurso de um professor da educação básica Julielle Rates Pereira Anápolis À minha orientadora, Teresa Mateiro, por todos os ensinamentos, dicas, ideias e conselhos. Por todas as conversas que tivemos durante as orientações e o incentivo ao meu trabalho. Pelo cuidado e comprometimento que demonstrou com minha pesquisa. Fiquei muito lisonjeada e honrada por ter sido sua orientanda. E, finalmente, ao meu marido Kim Christopher, que compartilhou comigo todo esse
more » ... u comigo todo esse processo de aprendizagem. Sem ele nunca teria conhecido a música e, sem dúvida, não teria chegado até aqui. Obrigada por toda a ajuda e apoio em nossos momentos. Apenas nós dois sabemos como foi chegar até aqui! Enfim, muito obrigada a todos vocês!!! Resumo: O processo de planejamento escolar vem sendo tratado sob inúmeras perspectivas, sendo esse considerado, em vários estudos, essencial para o sucesso da atividade didáticopedagógica. Assim, o presente estudo tem por objetivo entender como o professor de música planeja suas aulas, destacando como são suas escolhas de conteúdo, de atividades, repertório e métodos de avaliação. A pesquisa foi desenvolvida com um professor de música de uma escola estadual da cidade Goianira-Go, por meio de uma entrevista semiestruturada. A análise mostrou que, no caso estudado, há uma falta de estruturação de currículo, bem como a ausência do uso do Projeto Político Pedagógico na elaboração do planejamento. Encontrou-se um modelo de planejamento de preenchimento de tabelas, que é realizado apenas para cumprir as normas burocráticas da escola. O professor demonstrou desânimo quanto a esse processo, ao afirmar que realiza dois planejamentos: um para o cumprimento de obrigações da escola e outro para seu uso. Por sua vez, a visão do mesmo sobre a escolha de conteúdos, repertório, atividades, bem como a função que a música deve exercer na escola mostrou-se muito coerente com seu papel de educador. No estudo realizado, percebe-se que o processo de planejamento didático revelou-se destituído de significado pedagógico, já que o modelo utilizado para registro não satisfaz as necessidades do professor. A pesquisa sugere mais estudos sobre o registro, a reflexão e a elaboração do planejamento. Palavras-chave: planejamento; escola; professor de música. Abstract: The process of school planning is being addressed in many perspectives, this being considered in several studies, essential to the success of the didactic-pedagogical activity. Thus, this study aims to understand how the music teacher plans their lessons, highlighting how are your choices of content, activities, and evaluation methods repertoire. The research was conducted with a music teacher in a state school in the city Goianira-Go, using a semistructured interview. The analysis showed that there is a lack of structuring the curriculum, in the case studied, as well as the absence of the use of Political Pedagogical Project in preparing the plan. Met a planning model for filling tables, which is done only to fulfill the bureaucratic rules of the school. The teacher showed dismay regarding this process, stating that performs two schedules: one for the fulfillment of obligations of the school and one for your use. In turn, the sight of it over the choice of contents, repertoire, activities, and the role that music should play in school was very consistent with his role as an educator. In the study, one realizes that the process of educational planning proved to be devoid of pedagogical significance, since the model used for registration does not meet the needs of the teacher. Research suggests more studies on record, reflection and development planning.
doi:10.5965/2358092514142015009 fatcat:ye7dl4nfyff4lorsvfgzw4yzwq