PERFIL DECOMPETÊNCIA PERCEBIDA E IMAGEM CORPORAL DE CRIANÇAS OBESAS

Anelise Mieres De Lima, Franciele Saraiva, Valeria Heydrich
unpublished
Resumo A persistência ou a desistência da criança em experiências motoras depende diretamente de como ela se percebe e avalia a sua competência (BERLEZE, 2008). O presente estudo de caráter descrito teve como objetivo analisar as relações entre a competência percebida e imagem corporal de crianças obesas de 9 a 11 anos. A amostra foi composta por 71 crianças (sendo 30 do sexo masculino e 41 do sexo feminino) obesas de 9 a 11 anos inserida sem escolas municipais de Caxias do Sul. Os instrumentos
more » ... ul. Os instrumentos utilizados foram a escala de percepção de competência (Harter 1985), a escala de silhuetas de (Tiggemann, Wilson-Barret 1998) e para avaliação antropométrica utilizou-se o índice de massa corporal (IMC) de acordo com a idade e o sexo.Os resultados nos mostram que não há diferenças significativas entre os gêneros analisados, e os sujeitos pesquisados apresentaram níveis moderados de percepção de competência, na imagem corporal os gêneros se percebem eutroficos. Palavras-chave: Obesidade; Competência percebida; Imagem corporal. 1 INTRODUÇÃO Nos tempos atuais percebe-se as pessoas mais sob carregadas com diferentes, atividades sejam tarefas do dia-a-dia, trabalho, estudo entre outras, podendo desta forma impedir hábitos de vida saudáveis. Nesta visão Batista e Rissin (2003) apud Oliveira (2008), percebem que a população está deixando de lado hábitos saudáveis como alimentação, atividades físicas, lazer, podendo esses ser os responsáveis pela obesidade, a qual se percebe ser uma epidemia nacional. A obesidade tem sido apresentada como um fator atual da sociedade, atingindo proporções alarmantes, sendo considerada uma epidemia em nível mundial. É uma doença
fatcat:rx6zesbjnjfzjdylitk2xj237i