INFLUÊNCIA DE DIFERENTES DIETAS NA DENSIDADE ÓSSEA DE CALOPSITAS (Nymphicus hollandicus)

Orlando Baptista, Camargo Filho, Silvia Venturoli, Perri, Luiz Corrêa Fonseca, Sérgio Diniz Garcia, Mário Jefferson, Quirino Louzada
unpublished
RESUMO O mercado pet está se desenvolvendo rapidamente e muitos lares possuem como animal de estimação as Calopsitas (Nymphicus hollandicus), que muitas vezes são criadas e alimentadas de forma errônea, trazendo riscos à saúde dos animais. A maioria dos psitacídeos, dentre eles as Calopsitas, têm preferência pela ingestão de sementes principalmente as de girassol, sendo assim, os proprietários passam a fornecer apenas sementes de girassol. Isso pode levar a um quadro de desnutrição e alterações
more » ... no padrão ósseo. Neste experimento foram análisados três grupos de Calopsitas, cada qual composto por quinze aves. Cada grupo recebeu um tipo de alimentação diferente. Um foi alimentado com ração (GR), outro alimentado com aveia, painço e girassol (GMIX) e o ultimo alimentado com girassol (GG). Este trabalho teve por objetivo determinar a influência de diferentes dietas na densidade óssea da ulna das Calopsitas, utilizando como meio para avaliação a "Densitometria Radiográfica". A análise estatística demonstrou um aumento do consumo em todos os grupos, e que a massa corporal não variou no GG. O crescimento ósseo em comprimento foi notado em todos os grupos, e não houve diferença significativa entre eles. A espessura foi maior no GR e não houve variação nos demais. A fosfatase alcalina e o cálcio sérico não variaram em todos os grupos, e o GMIX apresentou menor concetração sérica de fósforo. Não havia diferença estatística significativa na densidade óssea entre os grupos no inicio do experimento. Os resultados obtidos neste experimento com a metodologia proposta demostraram que o GR apresentou ossos mais densos que os demais grupos. Palavras-chave: calopsita, osso, densitometria radiográfica, densidade óssea. INFLUENCE OF DIFFERENT DIET IN BONE DENSITY COCKATIELS (Nymphicus hollandicus). ABSTRACT The pet market is developing rapidly and many homes have as a pet the Cockatiel (Nymphicus hollandicus), which are often created and nurtured erroneously, bringing risks to animal health. Most psitacídeos, including the Cockatiels, are preferred by eating mostly sunflower seeds, so the owners ended just providing only sunflower seeds. This lead to the development of malnutrition and changes in bone pattern. In this experiment we analyzed three groups of Cockatiels, each consisting of fifteen birds. Each group received a different kind of food. One was fed with feed (GR), another fed with oats, millet and sunflower (GMIX) and last fed with sunflower (GG). This study aimed to determine the effect of different diets on density of ulna bone of Cockatiels, using as a means to evaluate the "Radiographic Densitometry." Statistical analysis demonstrated an increase in consumption of all groups, and the body weight did not change in GG. Bone growth in length was verified in
fatcat:sk45kajmaffobk7utddamifar4