Cadernos do Tempo 7. Discursos Construídos em Torno dos Cabarés e das Prostitutas Durante o Estado Novo em Aracaju

Débora Souza, Cruz
unpublished
Este artigo tem como objetivo analisar os discursos médicos e jornalísticos construídos em torno das prostitutas e dos cabarés durante o período conhecido como Estado Novo (1937-1945), na cidade de Aracaju. O Estado Novo foi caracterizado como um dos períodos mais autoritários da história do Brasil, no qual Getúlio Vargas tentava controlar a população brasileira. Como estratégia para que suas medidas governamentais fossem cumpridas, nomeou alguns interventores. Em Aracaju, os interventores
more » ... interventores responsáveis pela difusão das ideias varguistas foram Eronides de Carvalho, Milton Pereira de Azevedo e Augusto Maynard Gomes. Um dos seus principais objetivos era a busca pela modernização, civilização e higienização dos corpos, contanto principalmente com a ajuda de médicos sanitaristas da época. Colocados como entraves ao projeto modernizador, as prostitutas e os cabarés eram frequentemente bombardeados pela imprensa local, sendo caracterizados negativamente. Entretanto, apesar de tanta vigilância e estereótipos construídos sobre estas mulheres e locais, percebemos que eles nunca deixaram de existir e passaram a ser vistos como um "mal necessário". Palavras-chave: Estado Novo, Aracaju, discursos, prostitutas, cabarés. This article aims to analyze the medical and journalistic discourses built around prostitutes and cabarets during the period known as the Estado Novo (1937-1945) in the city of Aracaju. The New State was featured as one of the most authoritarian periods in the history of Brazil, in which Vargas was trying to control the population. As a strategy for their government measures were met, named some intervenors. In Aracaju, the stakeholders responsible for the spread of ideas were Eronides Vargas de Carvalho, Milton and Augusto Pereira de Azevedo Gomes Maynard. One of his main goals was the quest for modernization, civilization and hygiene of the bodies, provided mainly with the help of medical health officers at the time. Placed as obstacles to modernizing project, prostitutes and cabarets were often bombarded by the local press, being characterized negatively. However, although such surveillance and
fatcat:zrge4v7lfrhr5eg4xgvvega63a