Uso do polvo de crochê para prematuros na unidade neonatal: uma análise de notícias eletrônicas

Ana Carolina Fratane Siqueira, Paula Raiany Oliveira Barbosa, Laura Johanson da Silva, Fernando Rocha Porto
2019 Revista Enfermagem UERJ  
Objetivo: analisar os argumentos contidos nas notícias veiculadas na mídia eletrônica sobre o uso de polvos (octopus) de crochê nas unidades neonatais de terapia intensiva brasileiras. Método: documental exploratório com abordagem qualitativa, retrospectivo, que utilizou como fonte de dados 21 notícias eletrônicas veiculadas de 2017 a 2018. Resultados: melhora dos sinais vitais e da frequência respiratória, frequência cardíaca estável, maior oxigenação foram os principais benefícios para os
more » ... aturos. Os argumentos mais frequentes foram de autoridade, provas concretas e consenso. Conclusão: as notícias ressaltaram os benefícios do uso do polvo de crochê pelos recém-nascidos internados na unidade neonatal, especialmente antes da nota técnica do Ministério da Saúde, quando foram mais numerosas. Entretanto, não há de estudos científicos que comprovem a eficácia do instrumento. Os argumentos identificados no estudo revelam estratégias de convencimento que foram usadas para a formação da opinião pública em relação ao uso do polvo de crochê em prematuros.
doi:10.12957/reuerj.2019.43566 fatcat:q2h23d6ks5hprp247kpxfkismi