Artefatos socioculturais do Cuito/Bié-Angola para o Ensino da Geometria - a Circunferência numa perspectiva da Etnomatemática

Ezequias Adolfo Domingos Cassela, Pedro Chimbinda Avelino
2021 Revemat revista eletrônica de educação matemática  
Este artigo explorou o potencial de duas atividades de base cultural no ensino-aprendizagem do item nº 1 do tópico 1.4.1 do Programa de Geometria Analítica II do primeiro ano de Matemática da Escola Superior Pedagógica do Bié, referente à circunferência. Foi seguida a abordagem ligada a Etnomatemática, reconhecendo a sua relação com a perspectiva histórico-cultural de Vygostsky. O contexto sociocultural do estudo foi o município do Cuito, na Província do Bié em Angola. Objetivou-se em
more » ... r artefatos culturais para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem da Geometria, enfatizando o estudo da circunferência. O estudo foi encaminhado de modo a dar resposta à seguinte questão científica: qual é o potencial dos artefatos culturais para o ensino da Geometria, com ênfase a circunferência no Município do Cuito? Com a síntese de referência sobre a Etnomatemática, enfatizou-se a sua importância no desenvolvimento de ações para a área da Educação Matemática que permitem contextualizar os conteúdos académicos abordados na sala de aula numa dimensão sociocultural. Os dados recolhidos através dos métodos aplicados foram interpretados matematicamente pelos alunos com a mediação do professor com vista a extração dos conhecimentos geométricos escondidos nestas atividades. Ao longo do desenvolvimento das atividades relacionadas com o estudo da circunferência notaram-se as potencialidades destes artefatos, uma vez que os alunos se sentiram motivados ao incluir elementos que fazem parte dos seus contextos com relevantes componentes matemáticos, dando um novo olhar ao seu ambiente cultural e um sentido nas suas próprias aprendizagens.
doi:10.5007/1981-1322.2021.e79896 fatcat:nau4djwedzdkvde2y34fvwptae