NON-INVASIVE DIAGNOSTIC TESTS: The patient's perceived anxiety
Exames de diagnóstico não-invasivos: A ansiedade percepcionada pelo paciente

Ana Neves
2016 OMNIA Revista Interdisciplinar de Ciências e Artes  
Resumo: O presente artigo analisa em que medida a informação prestada aos utentes antes da realização de exames de diagnóstico não-invasivos, contribui para a redução da ansiedade percepcionada pelo sujeito. A amostra do estudo constituída por 50 utentes de um hospital da área de Lisboa e Vale do Tejo, de ambos os sexos com idades compreendidas entre os 20 e 70 anos, foi dividida em dois grupos; i) Experimental (informados) e ii) Controlo (nãoinformados). Recorremos à adaptação portuguesa do
more » ... ão portuguesa do State Trait Anxiety Inventory (STAI) como instrumento de medida e foram originalmente construídos cinco Folhetos Informativos, contendo informação específica sobre os exames prescritos. Os resultados sugerem que, a ansiedade se correlaciona negativamente com a informação prestada e com o nível de habilitações literárias dos utentes não-informados. Os dados obtidos sugerem ainda, níveis de ansiedade mais elevados para o género feminino e evidenciam diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos, em função das variáveis demográficas . Palavras-chave: Informação prestada ao doente, ansiedade percepcionada, exames não-invasivos de cardiologia. NON-INVASIVE DIAGNOSTIC TESTS The patient's perceived anxiety Abstract: This article analyzes to what extent the information provided to patients before performing non-invasive diagnostic examinations, helps to reduce the anxiety perceived by the subject. The study sample consisted of 50 users of a hospital of the area of Lisbon and Tagus Valley, of both sexes aged between 20 and 70 years, was divided into two groups; i) Experimental (informed) and ii) Control (uninformed). We used the Portuguese adaptation of the State Trait Anxiety Inventory (STAI) as a measuring tool and were originally built five Informative leaflets containing specific information about the prescribed examinations. The results suggest that anxiety was correlated negatively with the information provided and with the level of educational attainment of non-informed users. The data suggest too, higher levels of anxiety for female gender and suggest differences statistically significant between the two groups, in function of the demographic variables. Keywords: Information provided to the patient, perceived anxiety, non-invasive examinations of cardiology .
doi:10.23882/om5-2016-10-10 fatcat:2phvollapzfcjnghh22n6kjxwu