SAZONALIDADE NA CONGELABILIDADE DE SÊMEN BOVINO

Vanessa Lopes Dias Queiroz, Luiz Carlos Cesar da Costa Filho, Lorena Da Silva Rosa, Carmem Estefânia Serra Neto Zúccari, Eliane Vianna da Costa e Silva
2015 Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia da UNIPAR  
O objetivo desta revisão foi apresentar e discutir os efeitos da sazonalidade nas características seminais de touros Bos taurus e Bos indicus antes e após o congelação, a fim de possibilitar maior rentabilidade econômica. Apesar da reprodução da espécie bovina não se caracterizar pela sazonalidade, estudos mostram a interferência das estações do ano na qualidade do sêmen de touros. O aumento da temperatura ambiente pode levar a elevação da temperatura testicular, das taxas metabólicas e das
more » ... tabólicas e das exigências de oxigênio, ocasionando alterações na espermatogênese e, por consequência, a um impacto negativo na reprodução. Touros Bos indicus obtêm melhor desempenho na estação mais quente do ano apresentando uma qualidade de sêmen satisfatória em relação a touros Bos taurus. Isso se deve à maior resistência dos zebuínos às altas temperaturas e a peroxidação lipídica causada pelo calor resultando em menor produção de espécies reativas ao oxigênio e menor aumento nos defeitos nas células espermáticas. Desse modo, touros de origem europeia não apresentam um bom desempenho durante alguns períodos mais quentes do ano o que leva a questionar se a relação custo-benefício de aproveitamento do sêmen para criopreservação justifica o processamento do mesmo pelas Centrais de Coleta e Processamento de Sêmen nesta época. Esse fato tem levado algumas empresas a suspender atividades em determinados meses do ano.
doi:10.25110/arqvet.v18i1.2015.5368 fatcat:svi5horzcfhp3ltt2lsrozzfa4