Preconceito e Exclusão Social: O que a Pandemia do Novo Coronavírus Revela?

Elder Cerqueira-Santos, Jean Von Hohendorff
2020 Revista de Psicologia da IMED  
No momento da publicação desse número temático, o mundo está sendo abalado por uma pandemia provocada pelo novo coronavírus. No Brasil, além da pandemia em si, enfrentamos seus efeitos políticos, econômicos e sociais, que afetam as pessoas em diferentes níveis e que agrava ainda mais os processos de vulnerabilidade em certos grupos da nossa população (Oliveira, Duarte, França, & Garcia, 2020). Já está sendo conhecida como a pandemia que começou nas coberturas e se alastrou pelos porões;
more » ... los porões; referindo-se ao fato de que os primeiros casos foram registrados em pessoas que chegaram do exterior, mas os maiores indicadores de morbidade e mortalidade estão nas regiões mais pobres do país, especialmente as periferias de grandes cidades. O curso da pandemia escancara as desigualdades e a exclusão que se mantêm na sociedade brasileira. Neste contexto, destaca-se a relevância do número temático aqui apresentado. Não tratamos especificamente do novo coronavírus, mas das relações sociais que compuseram o cenário trágico que vivenciamos. Tratamos de grupos minoritários e suas múltiplas desvantagens no acesso à saúde (inclui-se aqui desde o saneamento básico aos leitos de UTI), condições (in)dignas de trabalho e moradia, entre outras, apenas para falar daquelas destacadas nesta pandemia. Não bastasse o vírus em si, o Brasil lida com a má gestão púbica em diversas esferas, tornando-se alvo de críticas internas e internacionais (The Lancet, 2020). No âmbito acadêmico, sofremos um ataque à ciência como forma de produção do conhecimento, mais agressivamente às Ciências Humanas e Sociais, que perderam grande parte dos seus financiamentos e sofreu um forte golpe quando retiradas do último edital de Iniciação Científica do CNPq. Sabemos que as Ciências Humanas e Sociais são fundamentais no entendimento e na denúncia das desigualdades e exclusões que citamos acima. Talvez esse seja o grande medo! A noção de exclusão assumida aqui se refere aos processos simbólicos que enfraquecem laços, privam alguns indivíduos da participação em contextos e instituições sociais, limitam
doi:10.18256/2175-5027.2020.v12i2.4171 fatcat:7k4jak7x4rbaxj6ym3fr5r7bdm